0 / 0

Guarda: «Oportunidade de tocar o coração dos adolescentes», D. Manuel Felício (C/Áudio)

«Say Yes, aprender a dizer sim» apresentado perante duas centenas e meia de catequistas na Assembleia Diocesana de Catequistas da Guarda

O Bispo da Guarda, D. Manuel Felício, considerou o projeto «Say Yes» como uma oportunidade “de traçar novos caminhos na relação dos adolescentes com a fé” e o “caminho a trilhar em conjunto”.

Em declarações ao EDUCRIS, e à margem da apresentação da iniciativa na Diocese, o prelado considerou que o projeto foi “uma oportunidade bem aproveitada para tocar o coração dos adolescentes e seus acompanhantes” apontando uma clara “dificuldade de lidar” com esta faixa etária “no processo catequético”.

“Para os adolescentes não pode haver soluções feitas, mas soluções procuradas com eles para termos caminho. O Say Yes é a resposta certa para prepararmos com eles a próxima JMJ Lisboa 2022”, apontou.

    

Um Sinal de «Esperança» e um ‘sim’ ao chamamento à «renovação da catequese»

O padre Valter Salcedas, diretor do Secretariado Diocesano da Catequese a Infância e Adolescência da Diocese da Guarda (SDCIA), a presença de tantos catequistas na apresentação do projeto de catequese com adolescentes é um “sinal de esperança” e manifesta a consciência de “um chamamento pessoal a cada um ser um agente pastoral fundamental no processo derenovação catequético”.

“Esta iniciativa empenha a comunidade inteira. Não apenas o catequista. Cada um é chamado a ter um papel preponderante. A resposta dos catequistas a este convite do Secretariado é também uma responsabilidade. Temos de saber ser capazes de indicar um caminho que os mantenha motivados para este projeto”, considerou.

Para a efetivação do projeto “no terreno” o responsável prometeu “um apoio de proximidade em arciprestados” de modo a que ninguém se sinta “abandonado ou tentado a resolver sozinho os problemas que naturalmente aparecem num projeto que se vai fazendo em caminho”.

Paróquia de Trancoso e o «Ponto de Partida»

No dia de apresentação do «Say yes, aprender a dizer sim» a paróquia de Trancoso está mais avançada num projeto “que muda o modo como estamos em catequese”, adiantou Amélia Sebastião ao EDUCRIS.

“Fizemos a formação em Fátima e já estamos a implementar o projeto na paróquia com os adolescentes e o grupo de jovens. É um desafio muito grande por que altera o modo como temos vindo a trabalhar a catequese nomeadamente no uso das novas tecnologias”, garante.

Numa paróquia que conta com “160 inscritos” entre “adolescentes e grupos de jovens a quem adaptámos a proposta”, «Say Yes» a reação ao «Say Yes», da parte dos mais novos “tem sido espetacular” por que se sentem “protagonistas”.

“Com este projeto os mais novos vão sentir e experimentar as JMJ de uma outra maneira. Sentem-se protagonistas. Este é, ainda, um desafio de atualização constante para os catequistas. Tira-nos, por um lado, o chão, mas traz-nos, um grande chão para todos”, reforça a catequista

As inscrições para o projeto «Say Yes, aprender a dizer sim» decorrem até ao próximo dia 18 de outubro em plataforma ONLINE.

Educris|15.10.2019





Newsletter Educris

Receba as nossas novidades