0 / 0

Movimento «Laudato Si» convida a celebrar o Tempo da Criação

Igreja inicia hoje um período de "reflexão sobre a encíclica Laudato Si’", do Papa Francisco, e quer "promover mudanças e transformações no cuidado com o meio ambiente"

O «Movimento Laudato Si’» convida "cada comunidade cristã" a participar do Tempo da Criação, uma celebração ecuménica anual de oração e ação pela nossa casa comum e que hoje se inicia estendendo-se té ao próximo dia 4 de outubro.

Na sua mensagem para o Tempo da Criação, o Papa Francisco afirmou que “o canto doce da criação mistura-se com o seu grito amargo”. Para o «Movimento Laudato Si’», alinhado com as palavras de Francisco, esta celebração tem "uma clara mensagem socioecológica porque a maneira como lidamos com a criação também se traduz na nossa atitude em relação à vida e ao ser humano".

Também os bispos europeus se associam à iniciativa e, numa carta do passado mês de agosto, lamentam "os prejuizos incalculáveis das guerras" e alertam para  perigo de uma nova era "pirocêntrica".

O Tempo da Criação é um período que reúne toda a comunidade cristã global para rezar e agir pelo cuidado do meio ambiente. Tem início em 1º de setembro, com o Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação, e termina em 4 de outubro, com a festa de São Francisco de Assis.

A iniciativa foi criada pelo Patriarca Ecuménico Dimitrios I, em 1989, quando proclamou o dia 1 de setembro como o Dia Ortodoxo de Oração pela Criação. Anos mais tarde o Conselho Mundial de Igrejas (CMI) estendeu a celebração até 4 de outubro, dia em que se celebra São Francisco de Assis, padroeiro do meio ambiente.

Em 2015 o Papa Francisco oficializou o Tempo da Criação para a Igreja Católica Apostólica Romana.

Educris|01.09.2022





Newsletter Educris

Receba as nossas novidades