0 / 0

Maio: «O terço pela paz no mundo» é a proposta da Fundação AIS

Iniciativa decorre durante todo o mês de maio, tradicionalmente ligado a Maria e a esta oração mariana

A Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) desafia os cristãos, durante o mês de maio, a rezar o “terço pela paz no mundo”.

“Neste tempo de guerra na Europa, todos somos chamados para a trincheira da paz, todos somos chamados a rezar. A oração é a nossa arma mais poderosa”, diz Catarina Martins de Bettencourt, em comunicado enviado hoje ao EDUCRIS.

Para a responsável portuguesa desta fundação pontifícia “A guerra na Ucrânia tem-nos mostrado a importância da Paz no mundo”, e não deixa ninguém indiferente.

“Ninguém consegue ficar indiferente às imagens e às histórias de sofrimento de tantas pessoas, vítimas deste conflito em pleno coração da Europa”, completa.

À semelhança do que já promoveu em anos anteriores a Fundação AIS apela a uma “grande mobilização de paróquias, movimentos, congregações e escolas” para que “se reze, ininterruptamente, o terço em Portugal, durante este mês de maio”.

“Quero convidá-los a juntarem-se a nós nesta iniciativa, pedindo também que mobilizem as vossas famílias, os vossos amigos, a vossa paróquia, a vossa congregação, a vossa escola, os vossos colegas de trabalho. É muito importante a mobilização de todos. Falem desta ideia ao vosso pároco e juntem-se a esta corrente de oração ininterrupta, para que este gesto chegue a todos os cantos de Portugal”, pede Catarina Bettencourt.

De acordo com a organização, e para se poder cumprir esta iniciativa é “necessário mobilizar em cada dia pelo menos 48 pessoas, famílias, grupos, congregações, paróquias ou movimentos”.

Depois basta ligar para a AIS, através do telefone 217544000 ou ir ao site da fundação católica e inscrever o grupo de modo a “garantir que todos os blocos de trinta minutos de oração do Terço ficam assegurados”.

Educris|02.05.2022



Newsletter Educris

Receba as nossas novidades