0 / 0

«Economia de Francisco» acontece online de 19 a 21 de novembro

Iniciativa acolhe 120 jovens de todo o mundo de 19 a 21 de novembro

O encontro «A Economia de Francisco» vai realizar-se online e conta com uma videomensagem do Papa Francisco, informou ontem a Santa Sé numa Conferência de imprensa sobre a iniciativa.

Marcada, inicialmente, para março passado em Assis, Itália, a «Economia de Francisco, foi adiada após o surto de covid-19 o que originou, no dizer de Luigino Bruni um "amplo movimento de jovens economistas e empreendedores".

"O resultado deste processo são jovens comprometidos com uma nova economia, gque demonstram que a economia do século XX está obsoleta. Devemos entrar numa via que previligie o bem comum e uma nova conomia", assinalou diretor científico do encontro, aos jornalistas.

Para o responsável "não se trata apenas de uma economia verde" mas de todo um processo "espiritual que inclua os pobres, dê protaginismo aos jovens e conduza ao cultivo de uma vida interior".

Durante os últimos meses cerca de 2 mil jovens trabalharam 12 eixos temáticos, coordenados por um membro júnior e um sénior, juntamente com dez colaboradores internacionais.

O encontro, que se realiza fisicamente a partir da Basílica de São Francisco de Assis, em Italia, vai subdividir-se em 12 aldeias temáticas, com várias temas como "trabalho e cuidado; gestão e dom; finanças e humanidade; agricultura e justiça; energia e pobreza; lucro e vocação; policies for happiness; CO2 da desigualdade; negócios e paz; Economia é mulher; empresas em transição; vida e estilos de vida".

O programa prevê, ainda videoconferências entre os participantes e especialistas da área como Muhammad Yunus, prémio Nobel, Kate Raworth, Jeffrey Sachs, Vandana Shiva, Stefano Zamagni, Mauro Magatti, Juan Camilo Cardenas, Jennifer Nedelsky ou Cécile Renouard.

 Educris|28.10.2020



Newsletter Educris

Receba as nossas novidades