0 / 0

Catequese em nossa Casa: «Viver este tempo em família»

Proposta catequética vai chegar a casa através da televisão e da internet durante as próximas semanas

Começa hoje, pelas 15h00 na RTP2, a primeira «Catequese em nossa Casa», inserida no programa Ecclesia. Numa parceria entre o Secretariado Nacional da Educação Cristã, o Secretariado Nacional das Comunicações Sociais da Igreja e o Sector da Catequese do Patriarcado de Lisboa, a iniciativa vai levar, semana a semana, uma proposta de catequese para realizar em família.

“Estamos no meio de uma intempérie, de uma realidade que alcança toda a gente e estas catequeses querem, sobretudo ser ajuda e dar sentido à ideia de que temos de estar próximos uns dos outros”, sustenta o padre Tiago Neto, diretor do Sector da Catequese de Lisboa.

Ao jornalista Paulo Rocha, do programa Ecclesia, a primeira convidada, Purificação Guilherme, catequista da paróquia de Olivais Sul, em lisboa, lembra que este é o tempo da “criatividade” e de uma possibilidade de cuidar do olhar”.

A proposta para estas «Catequese em Casa» partem de um olhar sobre a realidade apresentada em cada encontro de catequese: inicia-se com uma oração inicial, partilha da experiência humana, iluminação com a Palavra de Deus, formulação de compromisso e oração final.

“A catequese é a interpretação da vida à luz da fé.  Neste sentido podemos então interpretar a situação que estamos a viver. Numa situação global aquilo a que estamos expostos leva-nos a atitudes que promovam o bem comum”, explica o padre Tiago Neto.

Numa altura de “isolamento” a catequista do Patriarcado desafia a pequenos gestos solidários, sempre no cumprimento das normas das autoridades de saúde e que pode passar por “colocar uma frase por baixo da porta do vizinho ou uma oração que os mais pequenos podem fazer”, numa demonstração de cuidado pelo outro.

Sob o tema «Estamos juntos no mesmo Barco» a proposta desta primeira catequese evoca a situação “de tantos migrantes e refugiados que enchem as barcas para chegar a porto seguro. Este é o barco em que todos os encontramos hoje” afirma Purificação Guilherme.

Para o padre Vasco Gonçalves, da Diocese de Viana do Castelo, esta pode ser “uma oportunidade para recolocar a família no centro da transmissão da fé” como “aconteceu durante séculos”.

“Esta situação de isolamento leva-nos a estarmos mais por casa. A termos rotinas que nos ajudam a crescer como família, a estarmos mais próximos uns dos outros. Este ambiente é propício à transmissão da fé”, sustenta o também diretor do Departamento de Catequese da Diocese de Viana do Castelo.

No final de cada programa Ecclesia vamos disponibilizar, em formato word, o guião da catequese para que possa ser aplicado em casa por cada família.

Educris|18.03.2020



Recursos:
Estamos Juntos no Mesmo Barco - 1:Download Documento


Newsletter Educris

Receba as nossas novidades