0 / 0

Papa Francisco consagra adolescentes «Say Yes» a Maria

Santo Padre apresenta Madre Teresa e São Francisco Marto como exemplos de vida para os mais novos

O Papa Francisco escreveu uma carta aos adolescentes do projeto «Say Yes: Aprender a dizer Sim», o itinerário formativo para adolescente rumo à JMJ Lisboa 2023.

“O Santo Padre envia cordiais saudações, feliz e agradecido pelo interesse, disponibilidade e empenho com que aderiram ao convite a peregrinar pelas sucessivas etapas das Jornadas Mundiais da Juventude desde 1986, em Roma, até 2019, no Panamá”, afirma a mensagem assinada por D. Edgar Penha Parra, Substituto da Secretaria de Estado de Sua Santidade.

Francisco alegra-se pelos muitos adolescentes que fazem parte deste projeto e que “desde há três anos «correm mundo» procurando conhecer um pouco da linda seara nascida dos adolescentes e jovens de então, multiplicada hoje em famílias, comunidades e nações graças nomeadamente aos filhos e filhas que o Céu lhes concedera”.

A missiva do papa é resposta a um grupo de adolescentes portugueses que, no final do segundo do projeto de catequese com adolescentes deu a conhecer o «Say Yes» a Francisco.

Recordando o “percurso que fostes fazendo” ao longo dos últimos três anos de catequeses, o Papa lembra que “para se conseguir compor corretamente o puzzle com a quantidade imensa de elementos — terras e povos, lutas e esperanças, sonhos e promessas — que fostes juntando ao longo da caminhada já feita, o segredo é formar a figura de Jesus Cristo”.

Lançando o desafio, a “cada adolescente”, a “treinar-se para descobrir e venerar Jesus em cada elemento do puzzle, seja ele pessoa ou coisa”, Francisco alerta para o perigo de deixar tudo para “julho e agosto de 2023” e convida ao encontro com Jesus “nos antipáticos, nos birrentos, nos repugnantes”, mesmo quando “a vontade é dizer não”.

Aos mais novos o papa deixa o exemplo que Santa Teresa de Calcutá, que se “levantava cedo e, diariamente, passava uma hora diante de Jesus no Sacrário” e de São Francisco Marto, “escondido atrás da pia batismal na igreja de Fátima, passava manhãs inteiras na companhia de Jesus”.

“O adolescente «say yes» aprende a dizer sim a Jesus que por ele espera escondido na Hóstia consagrada; aprende a dizer sim a Jesus que venera e consola no pobre andrajoso ou no colega portador de deficiência; aprende a dizer sim a Jesus que descobre em todos, pois sabe que todos «subsistem n’Ele»! Os seus olhos, porém, só conseguirão reconhecer Jesus depois de se «habituarem à escuridão» em que Ele se esconde. Para isso fecha os seus olhos e procura-O no coração para se concentrar e, em tudo e em todos, ver apenas Jesus”.

Quando falta menos de um ano para a JMJ Lisboa 2023, o Santo Padre convida à oração e à confissão de modo a “se estar preparado para pressentir a chegada de Jesus”.

“Na JMJ2023, o adolescente «say yes» saltará de alegria não tanto porque terá oportunidade de ter novos amigos, mas sobretudo porque aprendeu a pressentir a chegada de Jesus”, completa.

NO final da mensagem o Papa Francisco “consagra os adolescentes «say yes»” à “Virgem do Sim”, pedindo-Lhe que “os guarde e proteja com a respetiva família e ainda quantos os ajudam na caminhada revelando-se a seus olhos como verdadeiros pais, mestres e testemunhas de piedade eucarística e de santidade de vida”.

“Nunca se esqueçam de rezar pelo Santo Padre. Até Lisboa, se Deus quiser!”, termina.

Educris|16.09.2022



Newsletter Educris

Receba as nossas novidades