0 / 0

Lisboa: «3 Dicas» para a EMRC em tempo de pandemia (C\vídeo)

Programa do Jornal Voz da Verdade deu a conhecer realidade da Educação Moral e Religiosa Católica no Patriarcado de Lisboa

Fátima Nunes, do Secretariado Diocesano do Ensino Religioso Escolar (SDER), João Barros, professor de EMRC e Leonor Rocha, aluna do 12º ano foram aos convidados do padre Nuno Rosário Fernandes, no 8º programa do ‘3 Dicas’ que abordou, logo na primeira edição, o tema da Catequese em tempo de confinamento.

Destacada no Secretariado Diocesano do Ensino Religioso Escolar (SDER) desde 2009, Fátima Nunes, deu conta da “proximidade manifestada pelo SDER, via plataformas digitais, a todos os professores do grupo de recrutamento 290”.

Para além do “apoio manifestado” o SDER criou o projeto «Partilha +», uma drive “de partilha de materiais online que ajuda os professores” e onde já se contam “mais de três centenas de recursos”.

Sempre em “partilha com o Secretariado Nacional da Educação Cristã” existem também alguns novos recursos disponíveis no site da DGE e no EDUCRIS.

Em Lisboa o SDER, através do patriarcado de Lisboa, apelou recentemente à inscrição na disciplina de EMRC.

“A pessoa humana é nosso centro. Queremos ajudar a formar as novas dimensões na dimensão espiritual. A disciplina está na escola para acompanhar o processo de humanização para que se encontrem consigo mesmo e com outro”, destaca.

Para Fátima Nunes a EMRC propõe “caminhos de encontro pessoal e comunitário” numa clara “preocupação com o todo da pessoa humana”.

Dar esperança num tempo de incerteza

João Barros, em trabalho online com os alunos, dá conta “das diferentes estratégias utilizadas” nos diferentes ciclos.

“Para os mais novos usámos a Classroom. Para os mais velhos vamos fazendo aulas síncronas, através do Zoom”.

Para o docente o fundamental deste tempo é “estar presente ao pé dos alunos. Mostrar-lhe que estamos ligados e não estão sozinhos”.

Perante a calamidade para a qual “ninguém estava preparado” a disciplina de EMRC procurou “fazer passar uma mensagem de esperança e recuperar algumas das aprendizagens dos períodos anteriores”.

Muitos pais “mostraram-se surpreendidos” com as “temáticas que abordamos em aula” e deram disso conta a João Barros.

“Sobretudo no 1º ciclo recebi muitos e-mails dos pais a agradecer o trabalho e até surpreendidos pelas diversas temáticas que vamos abordando em ‘aula’”.

Um sistema de emergência

João Barros considera que a virtualidade retira “a proximidade e o estar com os alunos”.

“Não creio que seja um sistema em que se deva apostar, desde logo, pelas desigualdades que gera no acesso. Depois porque nos falta, a alunos e professores, uma relação que é fundamental ao processo ensino- aprendizagem e que se perde neste mundo mais agarrado à imagem”.

Para o docente nem tudo é negativo pois “existem um conjunto de gadgets que podem, perfeitamente, ser reaproveitadas para o ensino presencial e que tornarão, por certo, as aulas ainda mais atrativas”.

A EMRC é um lugar de encontro e debate

Leonor Rocha, do 12º ano, deu conta de um tempo de adaptação difícil numa disciplina de exige “a proximidade”.

“Esta disciplina é mais prática e marca a diferença porque nos permite a partilha em contexto escolar. Foi difícil a adaptação porque nunca tínhamos aprendido assim em aula”.

Para a finalista do ensino obrigatório a “aula síncrona ajuda a esbater a distância, mas não “permite essencial”.

Este tempo de isolamento retirou também “algumas das atividades que já são clássicas nas disciplinas e com as quais ‘sonhamos’ todos o ano”.

Para a aluna a situação atual permitiu “recuperar o valor de ir à escola”, algo que estava “perdido e era dado adquirido”.

‘3 Dicas’ para este tempo

“A primeira dica é a dizer sim à EMRC numa altura de renovação de matrícula. A segunda dica é «aproxima-te» para os professores pois isso é essencial para o docente de EMRC. A terceira dica para os pais: Acreditar neste projeto de EMRC porque ajuda os filhos a uma formação integral", sintetizou o professor João Barros

Educris|02.06.2020



Newsletter Educris

Receba as nossas novidades