EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Aveiro: Encontro de Professores de EMRC

No dia 10 de Setembro realizou-se o encontro de professores de Educação Moral e Religiosa Católica na Casa Diocesana, com a presença do Sr. Bispo de Aveiro, D. António Francisco.

Depois de um momento de oração, D. António dirigiu algumas palavras de apreço, de acolhimento, incentivo e gratidão aos professores, seguindo-se um espaço de reflexão, que se dividiu em quatro ideias principais: a bondade dos jovens, na sua dupla dimensão saudável e generosa; a Igreja lutadora, que não se rende nem "cruza os braços" face aos desafios, nomeadamente na valorização do mérito dos jovens e o trabalho que estes desempenham no seu seio; o encontro com as comunidades, com as paróquias, é muito importante e finalmente destacou os sacrifícios que os professores vivem diariamente.

Seguidamente, D. António analisou a Carta Pastoral, "A escola em Portugal, educação integral da pessoa humana". Salientou algumas ideias fundamentais: a escola deve ter uma visão da vida e não deve ser só um conjunto de atividades; o trabalho do professor implica a defesa e a valorização da verdade; só a verdade liberta, só com a verdade, na verdade e pela verdade se consegue alcançar a justiça, harmonia, o desenvolvimento e a paz; os professores são promotores/ defensores da vida e neste sentido os métodos pedagógicos não devem obscurecer o conteúdo que é transmitido bem como os vários valores, principalmente o valor da vida que é primordial e fundamental. O valor da vida deve estar presente na escola e a dignidade humana no centro da realidade social e educativa.

A escola é um projeto educativo e deve considerar-se uma comunidade educativa alargada baseando-se num percurso de personalização.

A missão de educar é complexa e o trabalho do professor deve ajudar a construir uma unidade de vida, que leve à liberdade de aprender e ensinar. A Escola Católica é importante porque é um serviço que presta à Igreja e à sociedade.

A profissão do professor possui características específicas: a transmissão da verdade e a capacidade de olhar para o futuro com esperança. Toda a missão do professor deve ser radicada na verdade. Assumir a verdade e vivê-la é fundamental para a sua missão.

Depois da reflexão, seguiu-se a Eucaristia que alimentou o espírito para um novo ano letivo.

Conclui-se este dia relembrando algumas atividades a realizar e partilharam-se alegrias, dificuldades e preocupações na lecionação do 1º ciclo.

Cada ano letivo traz consigo novas aventuras e reptos: desafiar o coração de cada professor de Educação Moral e Religiosa Católica a viver do mesmo modo que Deus ama, conformando a sua vida com o ser e estar de Jesus Cristo, e ser presença viva, na escola. Só assim o coração do professor é "...um lugar onde o Amor não tem medida.

Bom ano letivo a todos!

Ana Torrão




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |