EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Viana do Castelo: Encontros de EMRC em Valença e Monção

«Conhece-me» é tema agregador das atividades do departamento de EMRC de Viana do Castelo

Valença acolhe, no próximo dia 28 de maio, o primeiro encontro de EMRC para o 2º ciclo da diocese de Viana do Castelo.

“Pela especificidade desta faixa etária considerámos que deveríamos fazer um encontro mais dedicado ao 2º ciclo. Esta ideia foi amadurecendo e este ano quisemos erguê-la em Valença”, afirma ao Educris Lígia Pereira, coordenadora da disciplina de Educação moral e religiosa Católica (EMRC) em Viana do Castelo.

O tema do encontro, que espera receber mais de um milhar de alunos do 2º ciclo de "15 dos 19 agrupamentos de escolas da diocese”, surge “a partir do tema do Ano Pastoral diocesano que reflete sobre a Evangelização”.

“Em EMRC cabe-nos adequar aquilo que como Igreja vamos fazendo de modo e o ligá-lo à realidade escolar adequando estratégias, atividades e linguagens, para estabelecer pontes entre os dois mundos e ir ao encontro do plano diocesano”, revela a responsável.

No dia 31 de maio é a vez de Monção acolher mais uma edição do “Fórum/Festa” da EMRC do Alto Minho onde se esperam mais de 5 mil alunos do 7º ao 12º ano dos 19 agrupamentos escolares e da escola católica da diocese.

“Temos um longo trabalho feito, daí termos tantos alunos nestes dois eventos, mas podemos, ainda, conquistar muitos mais alunos para esta a ‘opção com sentido’ que é a EMRC. Precisamos de docentes que se sintam integrados na escola e na vida da igreja. Temos, em termos numéricos, cerca de 16 mil alunos a frequentar a escola na diocese e destes mais de 11 mil fazem a opção pela disciplina”, revela a responsável.

Ecologia e solidariedade nos Encontros de EMRC

Nos dois encontros previstos, para esta semana, todos o lixo produzido vai ser separado e os lucros revertem a favor de associações locais.

“Quer em Valença como em Monção estabelecemos parcerias com a Valorminho para podermos ter uma lógica mais ecológica e pedagógica junto dos nossos alunos e, ao mesmo tempo, sermos solidários com as populações locais”, afirma Lígia Pereira.

Deste modo o valor angariado no encontro de Valença reverte para os Bombeiros Voluntários locais. Em Monção o resultado da reciclagem e separação dos detritos é encaminhado para os alunos de educação especial do município de Monção.

Uma disciplina que “move” a escola

Numa diocese com grande adesão de alunos a esta disciplina Lígia Pereira revelou que tudo se deve ao trabalho dos professores da área.

“A dinâmica que os docentes de EMRC aqui de Viana imprimiram nas escolas faz com que a disciplina seja olhada pelos pares e pelas direções de escolas, alunos e pais, como um motor da escola ao ponto de termos muitos pais confiam tanto no trabalho dos docentes que ‘apostam’ em todas as propostas da disciplina”, revela Lígia Pereira.

Para a responsável é fundamental garantir uma “grande formação humana dos docentes” acompanhada “por uma sólida formação pedagógica e técnica” e “aquilo que é específico da disciplina”.

Educris|26.05.2019




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |