EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Viseu: «O grande desafio é desenvolver compreensão emocional»

Especialista propõe “narrativas significativas e brincadeiras” como forma de aprender no 1º ciclo.

Ana Rita Oliveira apresentou esta manhã, em Viseu, o tema «desenvolvimento sociomoral e religioso na infância”. A docente da Universidade Católica Portuguesa começou por afirmar que “o crescimento humano e religioso acontece em paralelo” e alertou para a necessidade de não improvisar na educação:

“Temos de estar atentos, e conhecer, o modo como se desperta a fé em alguém. A dimensão do transcendente não se improvisa e não é um ato de magia. Se a fé é dom devemos estar atentos ao que se faz com ele e ao modo como o despertamos noutros seres humanos”, apontou.

Olhando para etapas do crescimento a docente da UCP explicou as “três estruturas fundamentais do crescimento humano e o modo como cada um se vai construindo a si na sua relação com os outros”.

Ana Rita Oliveira apontou a promoção da “compreensão emocional” como fundamental no papel do docente:

“O religioso deve estar nesta fase porquanto estrutura a consciência do outro, numa dinâmica que implica sair de si, o voluntariado e a experiencia relacional qualitativa que os abre ao outro e ao transcendente”.

Para a docente “o grande desafio dos professores de EMRC passa pelo uso da linguagem simbólica, a narrativa da própria criança, até mesmo em modo ‘brincadeira’, para a partir dela construir mundos significativos na construção do eu na sociedade”.

“Brincar ajuda a desenvolver a criatividade, as competências motoras, a força emocional, cognição e as competências sociais. Uma brincadeira com sentido é importante na aprendizagem de sala de aula”, sublinhou.

Educris|17.01.2018




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |