EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Lamego: D. António desafia alunos a abrir "caminhos novos"

No encerramento do Encontro Nacional do Ensino Secundário (ENES) os alunos de EMRC caminharam até à Porta Santa na Sé de Lamego, por ocasião do jubileu da Misericórdia proposto pelo Papa Francisco a todos os homens e mulheres de boa vontade.

No interior, e durante a cerimónia de despedida, os mais de 1500 alunos escutaram D. António Couto, bispo de Lamego deixar o desafio: "Abri caminhos novos. Caminhai no amor de Deus até cairdes para o lado com as 'vertigens' deste mesmo amor".

Amor: No Centro da existência Humana

Na sua breve intervenção aos participantes do VI ENES, e comentando a parábola do Pai Misericordioso, o prelado afirmou que a questão do amor "é a questão suprema da nossa vida. Queremos saber se somos amados e por quem o somos". Para o bispo de Lamego a figura do Pai, presente no texto bíblico, remete-nos para um Deus que "não nos trata como um assalariado, um trabalhador, mas como um Pai que, se preciso for, nos corta a palavra sempre que nos preparamos para dizer disparates".

Atualizando a parábola D. António Couto focou a sua atenção no Pai que se "revela no maior amor que existe e, por isso, corre ao nosso encontro, sufoca-nos de amor e não nos deixar fazer nem dizer disparates". Centrando, em seguida, o seu olhar sobre o filho mais velho, o prelado comparou-o a alguém "que é incapaz da festa, do amor, da dança e por isso incapaz de andar às voltas com o amor. Este olhava para o Pai como um patrão incapaz do amor e que apenas lhe devia dar o seu salário".

D. António Couto interpelou os alunos e afirmou: "Tal como este filho mais velho também nos compete a nós tomar a decisão de entrarmos nesta casa do Pai que é amor e que é a nossa. Queremos ou não entrar na casa do amor? - questionou.

No final da sua reflexão o bispo de Lamego deixou um desejo em forma de oração: "Desejo e rezo para que tenhais a graça de levar convosco às periferias tão diversas de hoje este Amor novo que é o amor de Deus".

Um Abraço para todos

No final da cerimónia de despedida e envio do VI ENES D. António Couto repetiu o gesto do Pai Misericordioso que abraça os filhos dando esse mesmo abraço aos professores de EMRC das diferentes escolas presentes e convidando-os a levarem este "abraço da Misericórdia aos seus alunos e às diferentes realidades com que se deparam diariamente".

O VI ENES realizou-se em Lamego nos dias 8 e 9 de abril e contou com cerca de 1500 alunos, 65 escolas e 15 dioceses (num total de 20).




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |