EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

EMRC: Eu Quero, o testemunho de um antigo aluno

EMRC, eu quero...

Foi com este “slogan” que EMRC despertou um novo sentido para a minha vida.

Frequentei esta disciplina durante 10 anos como aluno (Ensino Básico 2/3 e Ensino Secundário) mas ainda hoje EMRC faz parte da minha vida.

No meu 5º ao 9º ano olhava para esta disciplina como um novo conhecer de Cristo, e tinha presente apenas a ideia que se falava da Igreja somente, mas quando entrei para o Secundário deparei-me com novas aprendizagens: exemplos morais, aprender a viver com a nossa sociedade, escolher os melhores valores para a vida. Assim recordo sobretudo ter crescido como cidadão, um “cidadão do mundo que necessita do voo de uma pomba!”, guardando assim a “imagem” de amor e paz que se aprende em EMRC.

Devido aos encontros diocesanos, pude abrir o leque do conhecimento de novas personalidades, principalmente dos professores. Conhecendo novos adultos professores, apreciei a enorme ligação que eles criam com os jovens alunos, mas essencialmente a entrega que eles mostravam nas atividades para que os jovens vivessem uma nova vida com um novo amigo, JC!

Taizé é sem dúvida a marca mais importante que guardo de EMRC, pois foi lá que aceitei o tal “slogan”, querer EMRC para a minha vida.

Hoje ainda faço questão de estar presente nas atividades desta disciplina porque quero aprender sempre mais e mais com os jovens de hoje e porque acredito numa geração futura com amor nos seus corações e porque acredito no trabalho dos professores. Por isso é que continuo a recomendar a frequência da EMRC a todos os meus amigos, às família e aos catequizandos, porque é uma marca importante na nossa vida, ensinando a viver com bons valores e com Deus a guiar-nos.

 

António Sousa, São Pedro do Sul, Viseu.

21 anos




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |