EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Fernando Moita: A EMRC é um contributo formativo importante na Escola

“Apesar de colocada em lugares não favoráveis à opção” a Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) tem vindo a “crescer no Ensino Secundário”.

As palavras são de Fernando Moita, Coordenador do Departamento do Ensino Religioso Escolar no SNEC à margem do V Encontro Nacional de Ensino Secundário (VENES) que reuniu em Leiria mais de 1300 alunos, 115 professores, 70 escolas e 16 dioceses.

Para o responsável nacional da EMRC a disciplina tem vindo a crescer na opção dos alunos  no sistema educativo português fruto de “uma melhor preparação dos professores”, quer do ponto de vista “pedagógico e curricular” quer do ponto de vista “da motivação”. Deste modo, considera Fernando Moita, “é fácil perceber o porquê da maior adesão” dos alunos neste nível de ensino porque “a presença de professores motivados na escola é sempre motivo de alegria e de curiosidade por parte dos alunos” tendo em conta “as recentes alterações e o panorama geral do sistema”.

Este responsável não tem dúvidas de que a disciplina “é um contributo para que os alunos possam ser mais pessoas e mais felizes”. Para isso – aponta – “é importante o cumprimento das metas curriculares a que se propõe o programa” de modo a dotar os alunos “de conteúdos e chaves de leitura” que lhes permitam “ser construtores de paz, mais sensíveis ao pobre, aqueles que estão na margem”.

Fernando Moita considera que “esta é a mais-valia da disciplina” porque “trabalha não apenas os conhecimentos académicos” mas “o ser dos alunos” com vista a formar pessoas “autónomas, criativas, empreendedoras e que estão atentas aos outros”.

No final este responsável pela EMRC deixa um desafio a todos aos alunos sem EMRC: “Venham ver! De certeza que não darão o tempo por perdido e será um ganho de humanidade na vossa vida!”

 

Imagem: Arquivo




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |