EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Formação EMRC: 1º ciclo a navegar por Portugal!

5 Dioceses - Aveiro, Viseu, Bragança, Castelo Branco e Santarém; cerca de 120 Professores e mais de 175horas de formação (repartidos por 3 a 4 fins de semana ou em regime mais intensivo em dias de férias) é o balanço dado pelos timoneiros desta acção que, em equipa estão a renovar as competências dos professores de EMRC, habituados a trabalhar no 2,3 ciclos e secundário e que agora, com o “boom” de abertura de turmas no primeiro ciclo, precisam de um refresh, de novas atitudes e competências para enfrentar os desafios que estes pequeninos nos lançam dia a dia.

Professor João Ferraz, de Lamego, Professora Sami, de Braga e Professor Filipe Tavares, de Aveiro, assumem em equipa dinâmica um trabalho de feliz parceria onde o que cada um tem de melhor das suas experiências coloca diante destes professores para que sintam não o medo, ou o receio de enfrentar estas “pestinhas”mas confiantes, capazes e muito divertidos com a entrega a este mundo dos mais pequenos.

Desde a planificação, as dinâmicas, o saber ser e estar, o testemunho de alegria, a criatividade, a arte de saber contar histórias ao uso da tecnologia na facilitação na apresentação de dinâmicas e no ganhar tempo são alguns das alfaias que estes timoneiros ajudam nesta aventura com cheiro a amor e ternura.

O manuseio dos manuais, a importância de conhecer o perfil do aluno do 1º ciclo e o perfil do professor estão diante da carta de marear para renovar e inovar a arte de abraçar a EMRC para este ciclo.

O ISCRA serviu como mote de abertura para as primeiras acções, depois, em cada diocese e, em parceria com os seus Centros de Formação, os vários secretariados têm vindo a fazer um trabalho ímpar na organização e disponibilização desta formação aos seus professores.

A Avaliação tem sido excelente, disso testemunham quer os próprios professores a viva voz, durante a formação, quer nos seus relatórios. Tem sido uma “lufada de ar fresco”, o espírito de alegria, a entrega, a boa coordenação entre formadores e o envolvimento de cada grupo de professores bem como a amizade partilhada tem produzido momentos únicos, onde as aprendizagens se desenrolam de forma activa e sempre com um sorriso fazendo esquecer o cansaço e o stress da semana de trabalho. Esta acção não é um extra no trabalho mas um ser e estar que renova e encoraja a diferença e o melhor de cada um.

Na forja estão já mais duas Dioceses a preparar o arranque desta acção, Setúbal e Leiria (esta última, numa versão mais breve não creditada).  A Diocese de Aveiro vai reeditar a acção em Fevereiro para os professores que não participaram.

O bem haja a todos os que, pela sua disponibilidade, apostam no futuro com o tempo do presente.

Filipe Tavares

Docente de EMRC

 

Noticia atualizada|09/10/2013|22:04

 

 




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |