EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

A Dimensão Espiritual do Docente de EMRC

Na passada Quarta-feira de Cinzas decorreu, em Mem Soares – Castelo de Vide, Na diocese de Portalegre - Castelo Branco, uma ação de formação subordinada ao tema, “A Dimensão Espiritual do Docente de EMRC”, organizada pelo Secretariado Diocesano do Ensino da Igreja nas Escolas / Portalegre – Castelo Branco (SDEIE*PCB) e orientada pelo Dr.º Dimas Pedrinho, responsável do Departamento de EMRC, do Secretariado Nacional para a Educação Cristã (SNEC), no qual estiveram presentes o Diretor Diocesano, Manuel Esteves e os docentes da Diocese de Portalegre – Castelo Branco.

O encontro iniciou com um momento de oração ao qual se seguiu um debate sobre os problemas com os quais os docentes de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) se deparam no desempenho da sua missão, e da sua profissão, como sinal do amor de Deus para os nossos jovens.

Foi discutida a necessidade de apostar nas aulas de EMRC no 1º Ciclo de Ensino, no entanto, verifica-se por parte de algumas escolas relutância neste sentido, apesar de como o Dr. Dimas frisou, “não há nenhum impedimento legal, ou de outra ordem, para que os alunos sejam impedidos de usufruir da disciplina”.

Foi também analisada a estatística, a nível nacional e diocesano, dos alunos inscritos na disciplina de EMRC, sendo de realçar que nos últimos dois anos a percentagem de alunos inscritos na disciplina aumentou, facto que vem confirmar a importância da disciplina na formação dos jovens da nossa sociedade e como frisou o Dr.º Dimas, “retirar força ao argumento para a extinção da disciplina baseado na falta de alunos”.

O Dr.º Dimas salientou ainda que, “na nossa sociedade é importantíssima uma profunda e enraizada fé em Cristo, mas mais ainda para os docentes de EMRC que têm como principal missão, anunciar Jesus Cristo aos jovens, pois estes não são meros mandatários da Igreja mas sobretudo, testemunhas de Cristo, apóstolos de Cristo”.

Ainda antes do almoço, foi celebrada a Eucaristia, presidida por o Pe. João Maria, na qual todos os presentes receberam a imposição das cinzas, que marca o início da quaresma, e que como o Pe. João frisou, “é uma caminhada para a Páscoa de Jesus Cristo, mistério da nossa redenção e no qual Deus mostra o seu amor por todos os Homens”.

Seguiu-se o almoço que foi um momento de convívio e confraternização, no qual todos tiveram oportunidade de partilhar de uma forma mais descontraída.

O Dr. Dimas deixou-nos, mas o encontro continuou de preparação das várias atividades que avizinham assim como dos vários encontros de alunos seja a nível de zona, de Diocese ou mesmo a nível Nacional.

Isaac  Jimenez




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |