0 / 0

Porto/Educação: «Dá cá mais 5 cs» é aposta para a EMRC

Plano de ação do Secretariado Diocesano do Ensino da Igreja nas Escolas (SDEIE) coloca em destaque o «cuidado pela casa comum»

«Crescer na Consciência do Cuidado da Casa Comum» é tema e o desafio que o SDEIE lança aos docentes e alunos que frequentam a disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) nas escolas da diocese do Porto.

“Este ano propomos que a disciplina de EMRC, em cada escola/ comunidade educativa promova no seu Plano Anual de Atividades iniciativas que visem promover comportamentos que evidenciem o Crescimento da Consciência do Cuidado da Casa Comum”, lê-se na nota enviada hoje ao EDUCRIS.

Partindo do Plano Diocesano de Pastoral, que desafia a valorizar “os dinamismos positivos que emergiram da crise pandémica” como «a consciência da nossa fragilidade e a graça da fraternidade»;  «o papel da família, onde se cultivam os primeiros hábitos do cuidado amoroso da vida, do cuidado de uns pelos outros e do cuidado pela própria Criação», «o Plano Digital, atendendo ao novo normal em que vivemos», que destaca “a importância de programar a ação escolar prevendo sempre um plano alternativo e complementar ao da participação presencial», ou o «amor criativo pelos mais frágeis (voluntariado social» e o «Ano Laudato Sí, - O Cuidado da Casa Comum», o SDEIE propõe «Dá cá mais 5 c’s».

“Estes desafios têm nos jovens os seus verdadeiros ‘motores aceleradores de mudanças’ e cabe-nos a nós, docentes de EMRC motivar e envolver, reconhecer o justo protagonismo que os jovens e as novas gerações podem dar com o seu contributo nas áreas do mundo digital, do cuidado da Casa comum, do voluntariado e do compromisso social para termos verdadeiros motores aceleradores da ‘conversão ecológica’”, afirma o documento.

Ao longo do ano letivo o SDEIE vai assinalar “diversas iniciativas” de cariz ecológico e de defesa da criação com destaque para “o Dia Mundial de oração pelo Cuidado da Criação” e o “tempo de Criação” bem como o encontro «Economia de Francisco» ou o Fórum Mundial de Economia, que decorre em Davos.

Para os docentes estão previstos “dois momentos formativos” com “modalidades ainda a anunciar” tendo em conta o estado de pandemia.

Educris|03.09.2020



Newsletter Educris

Receba as nossas novidades