0 / 0

Guarda: A construção da «Feli(Z)dade» no centro do inter-escolas

Iniciativa foi a primeira do género para alunos do 9º ano e deixou desafios ao habitar a casa comum.

No dia 10 de abril de 2018, realizou-se na cidade da Covilhã, o 1.º Encontro Diocesano de alunos de EMRC do 9.ºano, com o lema “Juntos construímos a Feli(z)Cidade!”.

Organizado pelo departamento Diocesano do Ensino Religioso Escolar (SDER), da diocese da Guarda, a iniciativa mobilizou cerca de 250 alunos vindos de várias escolas da diocese beirã.

“Quisemos, através de um itinerário baseado na missão na cidade e nos projetos de vida com sentido, demonstrar a importância da disciplina de EMRC e o seu contributo na construção da Feli(z)cidade, bem como na formação integral da pessoa humana”, afirma em comunicado o SDER.

Ao longo do dia os participantes “tiveram oportunidade de realizar uma caminhada pela cidade, desbravando caminhos de encontro com os outros”.

Na escola secundária Campos de Melo, os alunos refletiram a partir da presença e da partilha de Paulo Azevedo, ator e desportista, que apresentou “o seu projeto de vida com sentido e consentido, e a todos deixou uma palavra de esperança, de motivação e de superação perante as dificuldades do dia a dia”.

Chegado à escola secundária Frei Heitor Pinto, os alunos encontraram-se com Felix Lungu, da Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) que ajudou os alunos a “tomarem consciência e a refletirem sobre a situação dos cristãos perseguidos, em várias partes do mundo”.

Após o almoço o pavilhão polidesportivo do Oriental de S. Martinho, acolheu o encontro com uma “mostra das atividades que se realizam no ensino secundário, no âmbito da disciplina de EMRC, nomeadamente a peregrinação a Taizé e a participação no Encontro Nacional do Secundário.”

A iniciativa pretendeu “desafiar aos alunos a construir um projeto de vida, pela escolha de valores essenciais que possam promover a verdadeira feli(z)cidade”.

 

Educris|16.04.2018



Newsletter Educris

Receba as nossas novidades