0 / 0

D. José Traquina: «Sois a esperança de um amanhã melhor» (c/áudio)

Bispo de Santarém desafiou alunos a “relerem o passado para rasgarem novos futuros”.

No VIII Encontro Nacional do Ensino Secundário (VIII ENES) para alunos de EMRC que decorre em Tomar até este sábado D. José Traquina “investiu” os alunos no compromisso “do bem ao serviço de todos” na linha da ação e ideários dos Templários.

Nas palavras que dirigiu aos cerca de 1700 que se reúnem na cidade do Nabão o Bispo de Santarém começou por convidar os alunos a contemplarem o Lugar onde se encontravam, o Convento de Cristo, e a percecionarem nele a história de tantos homens e mulheres com ideais que sonharam um futuro melhor para si e para os outros:

“Hoje, neste lugar, convido-vos a verdes por detrás do que vemos. Quem construiu esta maravilha que está diante de nós? Homens e mulheres que construíram este lugar porque tinham ideais! Homens e mulheres que sonhavam! Não eram egoístas! Isto constitui-se hoje como um grande desafio para nós”.

O prelado agradeceu aos alunos estarem inscritos em EMRC e aí “poderem debater o futuro comum de toda a sociedade”:

“Agradeço-vos por terem escolhido a EMRC. Aí, e no secundário, sois a esperança de Portugal porque escolhestes um lugar a vossa formação onde podeis, livremente, olhar o mundo, e todas as suas luzes e sombras e debater o futuro!”.

D. José Traquina lembrou aos jovens “de que somos herdeiros de tantos e tantas que nos precederam e que cultivaram valores de paz, concórdia e fraternidade”:

“A nossa preocupação hoje é a de trazer estes ideais para a atualidade, com criatividade, para que relendo o passado possais rasgar novos futuros”, disse.

Aos jovens o prelado comparou a vida humana a uma arvore que “crescendo para a luz” necessita “de raízes sólidas”:

“Se olhardes esta grande arvore que aqui tenho à minha esquerda vereis que ela aponta para a luz mas só o faz com uma fortes raízes que não conseguimos ver. Aí ela se alimenta e se agarra para que não seja facilmente derrubada. Também nós precisamos de raízes fortes para a alimentar a vida e a geração no sonho de um mundo melhor. Desejo que marqueis um tempo com o vosso testemunho”, sintetizou.

No final D. José Traquina lembrou que “a sociedade conta convosco porque sois um tesouro. Sois para nós, os mais velhos, um tesouro! Que o que façais da vossa vida sirva para ser alimento dos outros”.

O VIII ENES termina este sábado em Tomar e ajuda a sistematizar as várias Unidades Letivas da disciplina lecionadas no ensino secundário como a «A ética e a economia», «Um Sentido para a vida, a questão da «ética e valores», a  «Política, ética e religião» e a «Civilização do amor».

Educris|14.04.2018


Anexos:

Newsletter Educris

Receba as nossas novidades