0 / 0

Setúbal: Encontro Nacional analisou novo plano de formação

Iniciativa termina amanhã em Setúbal e analisa novo projeto de formação para os catequistas

«Catequista: identidade e missão» foi o tema do Encontro Nacional de Catequese da iniciativa.

No dia de ontem o bispo de Setúbal, D. José Ornelas, refletiu sobre o «Discipulado no Novo testamento» e convidou os catequistas a serem “criativos na atualização da narrativa da fé” estando “conscientes de que a Igreja não é um museu mas uma força viva” e apontando a necessidade de “fazer mais perguntas do que respostas” predispondo-se para “fazer caminho com os catequizandos”.

Da parte da tarde Maria Luísa Boléo partilhou “A Alegria de ser Catequista”. Com 63 anos de serviço à Igreja a catequista do Patriarcado de Lisboa considerou fundamental “considerar que a formação nunca acaba e que o confronto com as duvidas dos catequizandos permite ao catequista aprofundar o dom da fé diariamente”.

No dia de hoje, 5 de abril, D. António Moiteiro, presidente da Comissão Episcopal da Educação Cristã e Doutrina da Fé, apresentou um novo plano de formação para os catequistas. Ao Educris o prelado reforçou a mudança de paradigma na formação dos agentes catequéticos.

O Encontro Nacional de Catequese é uma iniciativa do Secretariado nacional da educação cristã. A edição deste ano contou com cerca de 70 responsáveis diocesanos que analisaram um novo plano de formação para o setor alicerçado na carta pastoral «Catequese: A alegria do encontro com Jesus Cristo».

Educris|05.04.2018

 



Recursos:
ENC18: Um novo projeto de formação e a necessidade de ser discípulo:


Newsletter Educris

Receba as nossas novidades