0 / 0

Síria: Portugueses desafiados à solidariedade

Fundação Ajuda à Igreja que Sofre vai ajudar famílias na Síria com ajuda das famílias portuguesas

A Fundação AIS lançou, em Portugal, uma campanha de ajuda de emergência para as famílias cristãs na Síria e que estão a viver tempos particularmente difíceis. De facto, neste país, a guerra parece não ter fim, a crise económica afecta brutalmente a vida quotidiana, situação que se veio a agravar por causa da pandemia do coronavírus, e continuam a registar-se sinais de perseguição religiosa.

Face a esta situação dramática, a Fundação AIS decidiu mobilizar os portugueses para uma campanha de ajuda directa às famílias cristãs que se encontram em maior sofrimento por causa do Covid-19.

Trata-se de um plano de emergência, concebido a nível internacional pela AIS, que procura beneficiar 20.550 famílias. No conjunto, calcula-se que esta campanha – que está a ter desde a primeira hora uma adesão extraordinária por parte dos benfeitores portugueses da Fundação AIS – vai abranger mais de 80 mil cristãos.

Cada família irá receber uma ajuda de 25 euros que se destina à aquisição imediata de produtos alimentares mas também de higiene, absolutamente necessários para a contenção da pandemia do Covid-19.

Irmã Annie Demerjian, da Congregação das Irmãs de Jesus e Maria, e que é responsável também por projectos da AIS na Síria, enviou uma mensagem para Lisboa em agradecimento ao esforço “e enorme generosidade” dos benfeitores portugueses da Ajuda à Igreja que Sofre.

Diz esta irmã, que já esteve em Portugal em várias ocasiões, que os cristãos sírios estão a viver um tempo “muito doloroso” por causa da pandemia do coronavírus. E recordou, como paralelismo, os anos em que a guerra foi mais intensa, com bombardeamentos constantes sobre as cidades.

“Lembro-me que, quando havia bombas sempre a rebentar, nós não tínhamos outra opção senão ficarmos em casa”, tal como acontece agora com tantas pessoas em tantos lugares do mundo por causa da pandemia. “O Senhor estava lá connosco”, diz a Irmã Annie na mensagem aos benfeitores portugueses da AIS.

A ajuda que agora está a ser distribuída aos cristãos na Síria é crucial para a sobrevivência destas famílias cristãs. A Irmã Annie agradece essa ajuda em nome de toda a comunidade.

“Esta é a oportunidade para dizermos a todos os benfeitores portugueses da Fundação AIS que agradecemos com sinceridade toda a vossa enorme generosidade. Vocês ajudam-nos há tantos anos e continuam a fazê-lo.” “Todos nós na Síria estamos muito gratos”, escreveu ainda a irmã Annie Demerjian na mensagem enviada para Lisboa.

Educris|22.06.2020



Newsletter Educris

Receba as nossas novidades