EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Viseu: Equipas diocesanas realizam novo curso «Ser catequista»

Cerca 30 responsáveis diocesanos vão realizar percurso proposto num novo paradigma de formação para os catequistas

O seminário de Viseu acolhe, hoje e amanhã, a primeira formação do curso «Ser Catequista», que vem substituir o curso de iniciação catequética até agora em vigor.

Apresentado no passado mês de julho como um “percurso de fé que se pretende fazer com os catequistas”, a nova formação inicia-se com uma saudação aos participantes, a cargo de D. António Luciano, Bispo de Viseu e por D. António Moiteiro, presidente da Comissão Episcopal da Educação Cristã e Doutrina da Fé (CEECDF) que apresenta o curso.

No sábado Maria Luísa Boléo, membro da equipa redatora do curso, vai orientar os trabalhos com a apresentação dos temas do curso.

“O objetivo é apresentar e fazer caminho com o «Ser Catequista", a um pequeno grupo de cada Diocese que depois o tentará implementar nas várias paróquias”, explica Abel Dias, do Secretariado Diocesano da Educação Cristã de Viseu.

Pelas 12h00 o presidente da CEECDF, D. António Moiteiro, vai dialogar com os participantes acerca do trabalho desenvolvido no modo como se coloca em prática nas diversas dioceses.

“Vamos dar prioridade às zonas. Dioceses agrupadas em que através de pequenos grupos, possa ser feita a experiência desta nova formação”, aponta o prelado.

Nomeado para o cargo de diretor do Departamento de Educação Cristã da Diocese de Viseu Abel Dias mostra-se “alegre e motivado” por acolher esta nova fase da formação dos catequistas e lembra que este é um processo “nunca acabado” que implica a adaptação a novos métodos tendo como objetivo o encontro com Jesus Ressuscitado”.

“Estamos a iniciar um processo que já começou há dois mil anos e que continuará, este ano(s) com outras metodologias, outras formas, outros rostos, mas com o mesmo conteúdo: a alegre experiência do encontro com Cristo Ressuscitado que dá um novo sentido às nossas vidas e cria em nós o desejo de o partilharmos com os outros para que também eles possam fazer a sua significativa experiência do encontro com Cristo ressuscitado”.

Para o responsável a formação básica destes agentes de pastoral é fundamental deve ajudar a “introduzir progressivamente o catequizando na participação da vida cristã dentro de uma comunidade, e esse percurso deve ser animado na fé, sustentado na esperança e exercido na caridade fraterna. É toda a comunidade que catequiza e faz acontecer a catequese”, completa.

Educris|10.09.2020



AJUDA de Navegação


© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |