EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Missa em Santa Marta: Papa reza pelos que morrem sozinhos (C/Vídeo)

Francisco lembrou todos os que ?morrem sem poder despedir-se dos seus queridos? e desafiou os crentes a estarem atentos ?ao Senhor que passa?.

?Por estes dias escutamos várias noticias sobre tantas mortes: homens, mulheres que morrem sós, sem poder despedir-se dos seus entes queridos. Pensamos hoje neles e rezamos por eles. Mas rezamos também pelas famílias que neste momento não podem acompanhar os seus entes queridos no momento da morte. A nossa oração hoje vai para os defuntos e suas famílias?, começou por afirmar o Papa antes mesmo de presidir à eucaristia deste IV Domingo da Quaresma na Casa de Santa Marta, no Vaticano.

Na celebração, transmitida em direto pelos serviços de comunicação do Vaticano, o Papa tomou para meditação a passagem do evangelho de São João que narra o episódio do cego de nascença a quem Jesus cura.

?Esta passagem do Evangelho de João fala por si. É um anúncio de Jesus Cristo e também uma catequese?, começou por dizer Francisco que citou Santo Agostinho para recordar que muitas vezes ?deixamos passar o Senhor e não o reconhecemos?.

Para o Papa a melhor maneira de ?reconhecer o senhor que passa? é estar atento pois ?na presença de Jesus os verdadeiros sentimentos do coração, as verdadeiras atitudes florescem: Surgem. É uma graça, e por essa razão Agostinho teve receio de deixar passar o senhor sem perceber o que estava a acontecer?.

Voltando à história do cego de nascença o Papa mostrou como ?os doutores da lei e as pessoas estavam espantadas com a suas sabedorias?.

?Jesus cura o cedo e começa o escândalo. A sabedoria deste homem, que era cego, surpreende os doutores da lei que julgava saber tudo?, constatou.

Para Francisco a ?surpresa da cura? e a incapacidade ?de constatar o milagre e a presença de Deus? acontece porque ?estavam apegados aos seus hábitos, às suas leis, era rígidos?, e por isso, ?fecharam o coração diante de Cristo?, apontou.

No final da sua homilia o Papa deixou o convite: ?Leiam o evangelho de hoje. Uma, duas vezes para entenderdes bem o que acontece quando Jesus passa. Que sentimento estão presentes. Deste modo podereis entender bem o que nos diz Santo Agostinho ao afirmar o ?receio do Senhor passar e não o reconhecer??, terminou.

Educris|22.03.2020



AJUDA de Navegação


© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |