EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

«Uma catequese na pluralidade de propostas», padre Vasco Gonçalves (c/áudio)

I encontro ibérico de catequetas deixa desafios aos itinerários catequéticos tradicionais

Braga acolhe até este sábado a iniciativa inédita que reúne catequetas de Portugal e de Espanha para refletirem sobre o tema «Uma catequese com sabor a Jesus Cristo».

Na abertura dos trabalhos o padre Vasco Gonçalves, da diocese de Viana do Castelo, traçou aos participantes, um “itinerário sobre as várias etapas da catequese em Portugal e as diferentes evoluções e inflexões vividas no último século:

“Até à década de cinquenta do século passado a catequese no nosso país centrava-se numa transmissão das verdades necessárias para a salvação, a doutrina, e era predominantemente para crianças”.

O especialista destacou “o esforço extraordinário vivido no nosso país a partir da reforma catequética dos anos cinquenta do século passado onde passou a existir a preocupação da formação dos catequistas”.

Aos participantes do encontro o catequeta português apontou os anos oitenta do século XX como “uma espécie de período dourado da catequese portuguesa com o aparecimento de um plano de catequese a 10 anos, acompanhado da introdução de novos catecismos e uma autêntica ‘euforia’ nas assembleias de formação de catequistas”.

Século XXI com desafios fundamentais para a catequese

Não obstante as diversas “evoluções do sistema de catequese” o padre Vasco Gonçalves considera que “ainda persiste na catequese portuguesa um modelo demasiadamente centrado nas crianças, assente num modelo tridentino, numa catequese que busca mais uma transmissão de conteúdos do que uma adesão à fé”, a chamada mistagogia.

O desafio passa por “trazer os adultos para o centro da catequese” com projetos como o da “catequese familiar ou da catequese inter-geracional” que ajudem a trazer o dado da fé para a vida das famílias”.

Quando aos adolescentes o especialista considerou ser necessário criar um sistema que seja aberto e permita “ir ao encontro deles para os ajudar a fazer uma leitura cristã da vida”.

“O grande desafio é de hoje termos uma catequese para todos, não unívoca, mas na pluralidade de propostas criativas que ousem experiências novas numa diversidade extraordinária”.

Segundo dia aberto a todos os catequistas e agentes de pastoral

Durante a manhã do dia 13 de julho os catequetas vão escutar D. António Moiteiro, presidente da Comissão Episcopal da Educação Cristã e Doutrina da Fé apresentar o tema «As opções da catequese para Portugal», no auditório professor Manuel Isidro Alves, na Universidade Católica Portuguesa a partir das 9h30.

«Catequese com sabor a Jesus Cristo» é apresentada pelas 11h00 pelo professor Juan Carlos Carvajal, da universidade de San Damaso, em Espanha. O primeiro encontro de catequetas ibéricos termina com a intervenção do padre Tiago Neto, diretor do departamento de catequese do Patriarcado de Lisboa, que reflete o tema «Interpelações ao acompanhamento».

Educris|12.07.2019

Imagem: Catequese de Viana do Castelo


 



AJUDA de Navegação


© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |