EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Caritas (c/áudio): Exposição revela contributo das Migrações no Desenvolvimento

Presidente da Caritas alerta para a necessidade de “informação credível e verdadeira” perante “o ressurgimento de populismos e nacionalismos” na europa

«Migrações e Desenvolvimento» é a mais recente proposta pedagógica da Caritas Portuguesa que quer fazer chegar a “escolas, dioceses, paróquias e municípios” os “números com a verdade sobre o papel e o lugar dos migrantes no desenvolvimento dos povos”, revelou Eugénio Fonseca, Presidente da Cáritas Portuguesa na apresentação da exposição que decorreu hoje, dia 11 de maio, na Biblioteca Municipal Afonso Lopes Vieira, em Leiria.

A exposição, que aborda a realidade dos migrantes e o seu contributo para o desenvolvimento aparece “no projeto MIND ( ndr: migrações, integração e desenvolvimento) “desafia a transformar as mentalidades” indo ao encontro do “conceito feliz do Papa Francisco de desenvolvimento integral”, garantiu o responsável nacional da Caritas na sessão de apresentação onde estiveram ainda presentes o cardeal D. António Marto, o cardeal Luis Antonio Tagle, presidente da Caritas Internationalis, Fernando Moita, do SNEC, Ana Valentim, vereadora para o Desenvolvimento da Ação Social do Município de Leiria e José Lino Neves, Coordenador do Gabinete de Apoio Técnico às Associações de Imigrantes GATAI) – ACM.

O responsável nacional da Caritas garantiu que “o migrante não vem para tirar o que é nosso, para roubar os nossos postos de trabalho, para ocupar a nossa civilização, mas, com as suas tradições e competência, vão ajudar-nos a potenciar o que de bom nós temos”.

Numa altura em que os “populismos e os nacionalismos parecem ganhar terreno por toda a europa” Eugénio Fonseca revelou estar “na hora das pessoas saberem a verdade, sem as interferências que se colocam no meio deste fenómeno e que levam as pessoas a terem preconceitos sobre esta realidade”.

“Temos de informar com verdade para que as pessoas saibam porque é que outros seres humanos migram. A maior parte dos migrantes que recebemos são os que fogem da morte”, garantiu.

A exposição vai percorrer o país e quer “criar comunidades capazes de incluir os migrantes e não apenas de os acolher. Como católicos temos um trabalho grande de os incluirmos nas nossas comunidades”, concluiu Eugénio Fonseca.

A exposição «Migração e Desenvolvimento» é uma iniciativa da Caritas Portuguesa em parceria com a Fundação Secretariado Nacional da Educação Cristã (FSNEC), Alto Comissariado para a Migrações e Obra Católica Portuguesa das Migrações.

Educris|11.05.2019


Eugenio Fonseca, presidente Caritas Portuguesa



AJUDA de Navegação


© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |