EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Igreja: Monumentos lembram perseguição aos cristãos

Mosteiro dos Jerónimos, Ponte de Rialto, em Veneza, ou Sagrada Família, em Barcelona, são apenas alguns dos monumentos que vão estar iluminados para recordar a perseguição de que são alvo cristãos em todo o mundo.

Em Portugal são quatro os locais onde a Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) vai estar presentes com iluminações no Mosteiro dos Jerónimos, Torre dos Clérigos, o Santuário do Cristo-Rei e Basílica dos Congregados.

"Queremos lembrar aos portugueses e ao mundo o drama da perseguição aos cristãos em todo o mundo e por isso, na próxima quarta-feira, dia 28 de Novembro, iluminaremos estes locasi icónicos do país."


No recente Relatório sobre a Liberdade Religiosa, produzido pela Fundação AIS estima-se que mais de 300 milhões de cristãos vivem em países onde há perseguição religiosa. Isto significa, revela ainda o documento, que 1 em cada cinco cristãos reside em países onde há perseguição ou discriminação com base nas questões da fé.

Esta realidade tem por vezes contornos dramáticos, com pessoas, famílias e comunidades inteiras a sofrerem violência, terrorismo, ameaças, perseguição, prisão e até morte.
"Apesar da dimensão trágica que estes dados revelam, existe como que uma enorme insensibilidade ou mesmo desinteresse na maioria dos países ocidentais para esta questão", lementa, em comunicado, a AIS.

A iniciativa, divulgada com a hastag #RedWednesady  foi já classificada pelo Papa Francisco como "providencial" numa altura em que tantos sobfrem perseguições de cariz religioso:

"Existem países onde é imposta uma única religião, e outros onde assistimos a uma perseguição violenta ou a um achincalhamento cultural sistemático exercido sobre os discípulos de Jesus”.

Educris|26.11.2018



AJUDA de Navegação


© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |