EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

ENC18: «Um catequista guia e discípulo»

Plano de formação do setor quer ajudar os catequistas a fazerem «experiência pessoal de encontro» para serem «mediadores facilitadores da experiência do discipulado dos mais novos».

D. António Moiteiro, Bispo de Aveiro e presidente da Comissão Episcopal da Educação Cristã e Doutrina da Fé (CEECDF), analisou hoje o tema «Formação de catequistas, perspetivas atuais».

No terceiro dia do Encontro Nacional de Catequese (ENC), que decorre até amanhã em Setúbal, o presidente da CEECDF apresentou um plano de formação para os catequistas em Portugal assente “no modelo de catequese de adultos” a partir dos “dois grandes documentos sobre catequese que os Bispos portugueses criaram para o setor”:

“Reunimos um grupo alargado de catequetas para este trabalho de modo a reunirmos as várias sensibilidades das diferentes dioceses. Baseámo-nos no documento para a catequese, de 1997, e na recente Carta Pastoral da Conferência Episcopal Portuguesa «Catequese: A alegria do encontro com Jesus Cristo”, explicou.

Para o prelado a “catequese hoje deve potenciar a dimensão do discipulado missionário” sendo o catequista “o porta-voz da comunidade cristã” fazendo caminho “com os mais novos”:

“Os nossos cursos não podem ser ‘o mestre ensina e o discípulo aprende’ mas todos juntos aprendemos uns com os outros. A formação do catequista passa pela descoberta e pelo testemunho daquilo que se ensina. A formação tem de ser em ação”, sustentou.

O perfil do Catequista atual

Baseando-se em dois documentos dos bispos portugueses D. António Moiteiro lembrou as duas dimensões do perfil do catequista para hoje:

“O discipulado. O catequista é, antes de mais, discípulo e não deve entender-se como um mestre que ensina ou um professor. Ao mesmo tempo deve ser um guia espiritual que acompanha. Tal só é possível se fizer a experiência do encontro com Jesus”.

“Queremos que o catequista faça a experiência de Deus na sua própria existência para assim ser um mediador facilitador para os catequizandos da experiência de Deus”:

O Encontro Nacional de Catequese acontece até amanhã, dia 6 de abril, em Setúbal e reúne cerca de sete dezenas de responsáveis diocesanos de catequese de todas as dioceses do País. Em análise está um novo programa de formação para o setor.

Educris|05.04.2018




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |