EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Viana do Castelo: Campanha para a Quaresma 2016

A Diocese de Viana do Castelo divulgou  o roteiro para a Quaresma de 2016, no qual convida a ‘Abrir a Porta da Misericórdia!’ às Obras de Misericórdia. Neste ano de Jubileu a diocese convida á sua reflexão, em cada domingo, na família e em comunidade, e promovidas na "prática da vida".

Num comunicado enviado ao EDUCRIS a diocese de Viana do Castlo afirma que a "elaboração doutrinal de uma ‘lista’ das obras de misericórdia deve ser acolhida como um desafio à criatividade crente no concreto da história, para que a caridade não seja apenas um gesto ‘bom’ mas também ‘profético’". Para a diocese é importante perceber que as obras de misericórdia "nascem da experiência do amor de Deus e cumprem o mandamento do amor ao próximo”, acrescenta.

No Roteiro da Quaresma, ‘Abrir a Porta da Misericórdia!’, publicado na página oficial da diocese de Viana do Castelo é apresentado uma obra de miseircpordia corporal e espiritual para a liturgia, a catequese e a família.

A diocese revela que para serem capazes de misericórdia todos devem, por exemplo: "Recuperar o valor do silêncio, para meditar a Palavra"; Viver e celebrar a Quaresma na "descoberta dos irmãos e do Senhor ressuscitado".

O convite à renúncia fraterna está também presente convidando a diocese à criação de um mealheiro onde o "fruto das suas renúncias" é o contributo penitencial a ser entregue no ofertório da Eucaristia de Quinta-feira Santa, a Missa do Lava-pés, no dia 24 de março.

A Diocese de Viana do Castelo com este subsídio tem nove objetivos concretos e diversas aplicações práticas no quotidiano da vida dos crentes: em casa, na Igreja, na catequese e na escola, na disciplina de EMRC – Educação Moral e Religiosa Católica.

Para o tempo da Quaresma 2016, a Diocese de Viana apresenta como documento orientadores a Carta Pastoral "Sede misericordiosos", do seu bispo, D. Anacleto Oliveira, e a Bula ‘Misericordiæ Vultus’ (Rosto de Misericórdia), de convocação do Jubileu Extraordinário, do Papa Francisco.




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |