EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

CIC: A verdade deve marcar a acção eclesial

“O serviço da verdade deve marcar a acção eclesial em todos os momentos”. Só desta forma é possível “evangelizar num mundo marcado pelo relativismo”. As afirmações são de Javier Salinas Viñal, Bispo de Maiorca e membro do Conselho Internacional para a Catequese que há pouco terminou a sua intervenção subordinada ao tema “A diaconia da verdade como expressão da comunidade eclesial”.

 

Na manhã do último dia do Congresso Internacional da Catequese que decorre m Roma, o bispo de Maiorca começou por afirmar que a sociedade “marcada pelo relativismo” também procura a verdade. “A Igreja deve apresentar à sociedade a diaconia da verdade porque este é o elemento fundamental da acção eclesial”. Para o membro do Conselho Internacional para a Catequese a diaconia da verdade só pode existir se “partir da revelação que Deus nos deu em Jesus Cristo”. Sublinhando sempre a “tradição da Igreja” como estando “unida ao caminho da Igreja na história” Javier Salinas Viñal lembrou os catequistas de que a verdade da fé não assenta numa ideia mas numa pessoa”. Daí que “acreditar não é uma opinião ou um sentimento sobre algo mas acreditar em Jesus que se faz presente no Credo cristão, na Palavra de Deus, na tradição da Igreja”.

 

As Conclusões do Congresso Internacional da Catequese vão estar a cargo Octavio Ruiz Arenas, Secretário do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização

 

 

O Congresso Internacional da Catequese reúne, na cidade do vaticano, cerca de 1600 catequistas vindos de 50 países e dos 5 continentes para refletir sobre “O Catequista, testemunha da fé”.

No decorrer desta tarde as diversas delegações vão ter ocasião de peregrinar até ao Tumulo do apóstolo Pedro. Amanhã, pelas 10h30 locais, o Papa Francisco celebrará missa na Praça de São Pedro. São esperados mais de cem mil peregrinos.




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |