0 / 0

Évora: Docentes desafiados a serem portadores de «esperança» à escola

Arcebispo de Évora encontrou-se com docentes da disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) e desafiou-os a serem portadores de "felicidade e esperança para o interior de uma escola".

D. Francisco Senra Coelho afirmou a necessidade dos professores terem uma atitude "contracorrente" e desafiou-os a ensinarem os alunos a "investir em si, construíndo um projeto de felicidade".

No encontro com os docentes da Arquidiocese de Évora o Arcebispo lembrou a necessidade de ensinar mais novos "a olhar para lá do hoje, do presente" de modo a que seja possível construir "uma felicidade" que não se esgota:

"Hoje os jovens parecem ter deitado a toalha ao chão desta vontade de edificar em si uma personalidade que é ao mesmo tempo um templo que guarda a beleza".

O prelado desafiou os docentes a que procurem tornar possível a sua presença em todas as escolas da arquidiocese:

"Há escolas, agrupamentos, que pelo reduzido número de aulas não consegue atrair e fixar professores. Vamos continuar a trabalhar para que existam professores com habilitação própria, para que possamos ter este desafio e direito dos jovens e das famílias respondido”, pediu.

Na Semana Nacional da Educação Cristã, que analisou o tema da felicidade e da santidade, o arcebispo de Évora explicou que a santidade "é uma vivência da plenitude humana, da felicidade" e deu como exemplo a vida de tantos "santos felizes".

Educris|30.10.2018



Newsletter Educris

Receba as nossas novidades