0 / 0

Porto: 250 docentes em formação

Casa diocesana de Vilar, na Diocese do Porto, recebe a primeira de oito etapas formativas para docentes de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC).

A "ação pedagógica no 1º ciclo e no ensino Secundário  na disciplina de EMRC" vai estar no centro da reflexão dos professores na primeira de oito «Formações (inter) diocesanas para docentes de EMRC».

A iniciativa, uma parceria entre o Secretariado Nacional da Educação Cristã e os Secretariados Diocesanos de EMRC, vai decorrer durante o primeiro trimestre deste ano em oito dioceses diferentes (Porto; Braga; Coimbra; Viseu; Lisboa; Beja; Funchal e Ponta Delgada).

A primeira edição, que conta com cerca de 250 docentes inscritos, realiza-se hoje no Porto, com início previsto para as 9h00, e vai contar com uma conferência de Fabrizia Raguso, docente da Universidade Católica (UCP), que reflete sobre o tema «Desenvolvimento sócio-moral e religioso na infância».

Pelas 10h15 a socióloga Helena Gil Costa, master em Criatividade Aplicada Total, apresenta o tema «O “jovem” perante o facto religioso».

Às 11h45 o professor Matias Alves, da UCP, apresenta o «Projeto de Autonomia e flexibilização curricular». O coordenador nacional da disciplina, Fernando Moita, afirma que as formações pretendem “refletir sobre a missão do docente":

"Queremos com estas formações inter-diocesanas, refletir sobre a missão do docente de EMRC e fornecer perspetivas educativas para melhor compreender a infância e a adolescência nas suas dimensões simbólica, moral e religiosa.

As diferentes formações vão ainda contar com a “partilha de experiências pedagógicas significantes no 1º ciclo do EB e no Ensino Secundário” de modo a permitir "em contexto de auto-aprendizagem desenvolver uma lecionação reflexiva entre os docentes".

Educris|13.01.2018



Newsletter Educris

Receba as nossas novidades