0 / 0

Equipa de EMRC reflete sobre «Aprendizagens essenciais»

Trabalhos decorreram em Fátima nesta sexta-feira e fizeram balanço do ano do centenário das Aparições da Cova da Iria refletindo sobre as «aprendizagens essenciais».

“A reunião de hoje pretendeu fazer um balanço das diversas situações decorrentes dos concursos de professores e refletir sobre o desafio lançado pelo Ministério e que consiste num trabalho de identificar, como disciplina, as aprendizagens essenciais para a nossa disciplina a partir do documento programático que é o perfil do aluno”, afirmou Fernando Moita, coordenador da EMRC no Secretariado Nacional da Educação Cristã (SNEC).

Atividades para alunos de EMRC

A equipa nacional tem já agendadas duas grandes atividades. O Inter-escolas do 1º ciclo, que vai realiza-se em Fátima a 25 de maio de 2018. Também os alunos do ensino secundário vão participar na 8ª edição do Encontro de alunos de EMRC do secundário:

“Este ano vamos estar em Tomar, dias 13 e 14 de abril, para um encontro onde o tema de fazer caminho vai estar presente lembrando toda a história da ordem Cristo e a importância dos Templários procurando trazer a dimensão do encontro e do serviço ao outro para o ensino secundário”, reforça o responsável da disciplina.

D. António Francisco dos Santos recordado

No final da reunião a equipa nacional da EMRC quis fazer memória de D. António Francisco dos Santos, bispo do Porto recentemente falecido. Para Fernando Moita “esta foi a primeira reunião que tivemos como equipa após a partida para a eternidade de D. António Francisco dos Santos e não podíamos deixar de agradecer a Deus o grande dom que foi para cada um de nós. Como disciplina devemos-lhe muito pela ousadia, pela visão que trouxe à disciplina, ao trabalho dos secretariados diocesanos e do ponto de vista legislativo nos últimos anos”.

O responsável afirmou que “a eucaristia que celebrámos hoje é uma necessidade nossa de lhe dizermos obrigado”.

Reunião com Secretariados diocesanos de EMRC

Amanhã, sábado, o SNEC recebe em Fátima os responsáveis dos Secretariados diocesanos de EMRC. Para Fernando Moita é o momento de “analisar algumas situações onde estamos a ter dificuldades em colocar professores em alguns horários e, da nossa parte, o apoio que o SNEC quer dar”.

O responsável da EMRC recordou, ainda, o esforço que está a ser realizado na formação de novos docentes:

“Este ano, por todo o país, temos uma grande aposta na formação dos professores dando apoio ao pagamento de propinas de muitos dos que se preparam na universidade para lecionar a disciplina”.

Educris|03.11.2017



Newsletter Educris

Receba as nossas novidades