0 / 0

ENC19: «Esperança e fidelidade» no Senhor

Na eucaristia de encerramento do Encontro Nacional de Catequese D. António Moiteiro apresentou a “fidelidade” de tantos catequistas e afirmou a “esperança” como a virtude dos educadores.

Na sua homilia, e perante cerca de 70 responsáveis da catequese, o prelado tomou o trecho do profeta Jeremias e do evangelho para lembrar que “a esperança é a virtude dos educadores”.

“Na primeira leitura o profeta Jeremias, o do servo fiel e sofredor que não é aceite perante os homens. No final da sua vida, em sofrimento, o profeta diz: Louvai o senhor”.

Para o presidente da Comissão Episcopal da Educação Cristã e Doutrina da Fé (CEECDF) a “esperança” está presente na vida do profeta mesmo “no seu fim tão complicado” por que ele “acreditava que Deus estava com Ele” naquele momento.

D. António Moiteiro afirmou que esta “esperança” é a mesma que está presente “na vida dos nossos catequistas”, tantos homens e mulheres “que no segredo e na desolação continuam fiéis na esperança” de que “nos cabe semear” para que “Deus possa colher”.

“Semeamos na esperança de que Deus possa colher. Paulo já o afirma que uns tem uma tarefa e outros outra, mas é Deus que faz crescer”.

No final do ENC que refletiu sobre a dimensão do “ser catequista” e apresentou o novo curso de formação inicial e o curso de formação fundamental” D. António Moiteiro desafiou os responsáveis a “ajudarem-se mutuamente nesta bela missão de semear” sempre na “fidelidade a Jesus”.

“Esta é a segunda atitude a que somos convidados. A esperança leva-nos à fidelidade que está presente no evangelho. Jesus não é condenado pelas obras, mas por que se fez igual a Deus. É o ser fiel a Deus que o leva à Cruz. É a esta fidelidade que devemos convocar os nossos Catequistas”, exortou.

No final da sua homilia o prelado rezou pedindo “para cada um de nós a esperança e a fidelidade. A esperança que para o nosso Papa é alegria. A fidelidade que se traduz na pertença e a certeza de que a Ele pertencem os frutos. Peçamos ao Senhor esta graça”.

O Encontro Nacional de Catequistas realizou-se em Viana do Castelo e refletiu sobre o tema «Ajudar os catequistas a SER – uma missão diocesana prioritária».

Educris|13.04.2019



Newsletter Educris

Receba as nossas novidades