0 / 0

Peregrinar a Santiago: Buscar o «crescimento espiritual»

De 24 a 26 de fevereiro dezenas de alunos trilharam "os caminhos de Santiago" numa visita "cultural e espiritual"

46 alunos inscritos na disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) em Alcanede, Rio Maior e Pernes, participaram na iniciativa que tinha como objetivo "dar a conhecer o património cultural e espiritual do norte da Galiza".

"No coração de todos estava a alegria de fazer a experiência de peregrinar até a um dos altares do mundo como é Santiago de Compostela memso sabendo que não iamos conseguir ver tudo mas que seria um momento de enriquecimento cultural e crescimento espiritual de todos", revela a professora Alice Sousa da organização.

Saídos do ribatejo os alunos visitaram o mosteiro das Clarissas, em Tui, e a Igreja de Santiago, em Padron, naquele que é conhecido como o caminho português de Santiago de Compostela.

De Padron a Santiago "pés ao caminho e corações ao alto" numa caminhada "simbólica mas muito profunda para todos que terminou na praça do Obradoiro, diante da Catedral de Santiago de Compostela, onde, segundo a tradição cristã, se encontra o túmulo do apóstolo.

Na manhã de 25 de fevereiro os alunos participaram numa "visita guiada pelas praças da Catedral (Obradoiro, Inmaculada, Quintana e Praterias), e pelas ruas mais importantes do casco histórico (Rua do Vilar, Rua do Franco)". Visitaram, ainda, "a Biblioteca, a Sala Capitular e a Capela das Reliquias" e, no interior da Catedral, "o Santo e a cripta com a sepultura do Apóstolo".

Da parte da tarde os alunos visitaram o Mosteiro de Santa Maria de Sobrado dos Monxes, de vida contemplativa, e tiveram a oportunidade de "colocar perguntas aos monjes sobre a vida em comunidade, ou sobre o porquê da sua opção de vida" de acordo com a regra cisterciense que decorre "à volta de três elementos fundamentais: a oração litúrgica, a leitura repousada e meditada, e o trabalho manual numa vacaria com vacas produtoras de leite e noutros espaços que a vida comunitária exige, sobretudo na hospedaria dos peregrinos".

No final da visita de estudo os alunos consideram que a "experiência da visita ao mosteiro e a presença na oração de vésperas" tinha sido "dos momentos mais emocionantes da minha vida pois foi algo que nunca tinha visto nem presenciado".

Outros afirmaram "ter gostado da visita ao mosteiro e de assistir à oração" bem como “da visita à Catedral de Santiago de Compostela e ao Sobrado dos Monges".

Educris|02.02.2020



Newsletter Educris

Receba as nossas novidades