Liturgia: Sexta-feira da Paixão do Senhor, padre Nelson Pereira

Sacerdotes açoriano vê em Jesus o "rosto dos descartados da sociedade" na celebração da «Paixão do Senhor»

“Aquilo que vemos em Jesus pode hoje dizer-se de todos os homens e mulheres desprezados, perdidos nas fileiras em busca da dignidade humana”, revela o padre Nelson Pereira na sua reflexão desta sexta-feira santa.

Para o sacerdote, e não obstante “a morte do Senhor”, não é um dia de luto “porque Jesus morreu pois sabemos que a morte não tem a última palavra” pois "sabemos da redenção trazida por Jesus”.

“Hoje só é luto porque a escravidão, a opressão, a guerra e a fome continuam a imperar na terra. Como cristãos temos feito algo para sarar a cruz de Cristo que continua presente em tantos irmãos nossos?”, sustenta.

“Hoje, mais do que nunca, o crucificado entre no meio de nós!”.

A iniciativa integrada na iniciativa «Catequese em Casa» pretende “que os cristãos possam ter acesso a uma explicação das leituras propostas pela liturgia para cada Domingo” a partir de um áudio que vai ser disponibilizado no final da manhã de cada sábado.

Sacerdote desde 2017, o padre Nelson Pereira é administrador paroquial da Feteira e do Porto Judeu, na ilha Terceira da diocese de Angra de Heroísmo e colaborador habitual do Serviço Diocesano de apoio para a Evangelização, Catequese e Missões – Angra.

Para além do formato MP3, disponível em permanência no Educris o padre Nelson Pereira prepara, semanalmente um pequeno vídeo que está já disponível na sua página pessoal no Youtube.

Educris|10.04.2020

 

 

 

 



Recursos:
Sexta-feira Santa, padre Nelson Pereira



Newsletter Educris

Receba as nossas novidades