0 / 0

Covid-19: Igreja mostra-se "surpreendida" com medidas governativas

Secretariado-geral da Conferência Episcopal Portuguesa diz, no entanto, ser "compreensível na situação limite que que estamos" a aplicação de novas medidas limitativas da circulação de pessoas e lembra que se vivem "tempos conturbados"

A Conferência Episcopal Portuguesa  (CEP) emitiu, hoje, um conjunto de "Breves notas da CEP sobre a proibição de circulação na via pública" após o anúncio do primeiro-ministro, António Costa, das medidas para o novo estado de emergência que entra em vigor às 00h00 deste domingo, dia 8 de novembro de 2020.

Na missíva, disponibilizada na página da CEP na internet, os bispos de Portugal mostram-se "surpreendidos com a notícia da proibição de circular na via pública, nos fins de semana de 14-15 e 21-22 de novembro, das 13h00 às 05h00, nos 121 concelhos que constam da lista das autoridades governamentais, com altos níveis de contágios".

Os prelados consideram, no entanto, a medida "compreensível" dada a "situação de limite a que estamos já a chegar em termos do sistema de saúde" e recordam que tal decisão "coloca muitas dificuldades às nossas atividades eclesiais, sobretudo nas tardes de sábado e domingo".

"Até ver se haverá margem de outras intervenções, cada Diocese verá o melhor modo de adaptar as suas celebrações vespertinas e outras atividades para outros horários. A título de exemplo, a Diocese de Setúbal decidiu que, 'onde for possível e conveniente, as missas vespertinas podem ter lugar também nos sábados de manhã'", afirmam na nota.

Considerando que se vivem "tempos conturbados" a CEP afirma como necessário "um suplemento de fé na presença do Senhor entre nós e de uma especial solicitude para com os nossos irmãos e irmãs que estão neste barco do mundo em grande borrasca".

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) espera, na próxima semana, abordar orientações para os fiéis, aquando da Assembleia Plenária que se inicia nesta quarta-feira, em Fátima.

Agendada, está já, para dia 14 de novembro pelas 11h00, a celebração da Santa Missa pelas vítimas da pandemia em Portugal, na Basílica da Santíssima Trindade, no Santuário de Fátima.

Educris|08.11.2020



Newsletter Educris

Receba as nossas novidades