EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Vila Real: «É preciso dar resposta ao isolamento e à solidão», D. António Augusto Azevedo (C/Áudio)

Bispo de Vila Real quer Igreja de “proximidade” e na “linha da frente” no combate ao isolamento e à solidão na região

D. António Augusto Azevedo, Bispo de Vila Real, denunciou hoje a existência de “focos de pobreza que provocam isolamento e solidão às populações mais fragilizadas”.

À margem do Dia Diocesano do Catequista, e em declarações ao EDUCRIS, o prelado alertou para a necessidade de “se responder ao desafio da desertificação e mostrou-se confiante numa resposta “atenta e próxima das comunidades cristãs”.

“A Igreja no terreno tem esta marca de proximidade e de acompanhamento das pessoas. As pessoas reveem-se muito na sua comunidade e isso é uma grande mais valia pois existe confiança e capacidade para resolver as situações”.

Após a entrada na Diocese, a 30 de junho passado, D. António Augusto Azevedo tem procurado “conhecer uma Diocese grande, em termos geográficos, e com uma dinâmica muito própria”.

“Estamos numa região com forte tradição cristã e com muita cultura cristã. O povo simples tem muitos valores cristãos. Temos pela frente um tempo novo, fruto de uma globalização e acredito que a Diocese tem muitas virtualidades e muito potencial para fazer face a estes desafios”, considerou.

Aos mais de trezentos catequistas presentes no Dia Diocesano do Catequista, D. António Augusto Azevedo pediu “uma grande disponibilidade e grande humildade, no acompanhamento das gerações mais jovens”.

“Temos vários desafios na Igreja local, mas penso que temos o mais importante: As pessoas. Vemos hoje aqui um grupo muito numeroso, disponível e heterogéneo capaz de dar resposta os desafios que vamos ter nos próximos anos. Tenho esperança de uma geração bem formada do ponto de vista humano e cristão para bem do país,” disse.

O prelado afirmou ser “grande e importante a missão dos catequistas para a Igreja” e reconheceu “que nem sempre o seu trabalho é devidamente reconhecido pela restante comunidade cristã”.

“A comunidade cristã necessita hoje de bons catequistas para uma transmissão na fé capaz de responder aos desafios da atualidade”.

 Educris|05.10.2019


 



AJUDA de Navegação


© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |