EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Igreja: «Um compromisso com o Ecumenismo» nos 25 anos da «Ut Unum Sit»

Francisco escreveu ao presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos acerca de um documento que “nos permitiu viajar como cristãos em busca da comunhão”

Assinala-se hoje, 25 de maio, o 25º aniversário da assinatura da Carta Encíclica Ut Unum Sit, sobre o empenho ecuménico, por parte de João Paulo II.

Numa carta dirigida ao cardeal Kurt Koch o papa Francisco quis assinalar a efeméride e lembrou a intuição do seu antecessor ao escrever o texto.

“Com o olhar no horizonte do Jubileu de 2000, ele queria que a Igreja, a caminho do terceiro milénio, assumisse, de modo irreversível, o compromisso ecuménico da Igreja Católica”.

Francisco destaca a importância da publicação agradecendo “ao Senhor o caminho que nos permitiu viajar como cristãos em busca de plena comunhão”.

Francisco confidenciou que partilha “da saudável impaciência de alguns” ao pensar “de que nos poderíamos esforçar mais” para que a unidade entre os cristãos seja mais visível, no entanto, “não devemos deixar de confiar e agradecer” pelas “muitas medidas que foram sendo tomadas nestas décadas para curar feridas seculares e seculares”.

O papa considera lembra o “caminho percorrido”, ainda, no “conhecimento e na estima mútuos” e louva os esforços no “diálogo teológico e na caridade”.

Duas iniciativas ecuménicas ainda este ano

25 anos depois Francisco agradece “a todos os que trabalharam e continuam a trabalhar” pela unidade dos cristãos e sublinha duas iniciativas importante que se vão desenvolver nos próximos tempos:

“O primeiro é um Vademecum ecuménico para os Bispos, a ser publicado no próximo outono como um incentivo e guia para o exercício das suas responsabilidades ecuménicas e a apresentação da revista Acta umencumenica, que, na renovação do Serviço de Informação do Dicastério, é proposta como subsídio para quem trabalha ao serviço da unidade”, revela.

No final da missiva o papa lembra que “a unidade é dom do Espírito Santo” e lembra a importância da “oração para que Ele guie os nossos caminhos e inspire gestos proféticos no caminho da unidade”.

Educris|25.05.2020



AJUDA de Navegação


© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |