EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Algarve/educação: Professores desafiados a serem "criativos" em ano missionário

Vinte e um professores de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) do Algarve participaram em encontro

O seminário de São José, em Faro, acolheu, no passado sábado vinte e um dos vinte cincos docentes de EMRC que lecionam na diocese do Algarve.

A reunião, promovida pelo Secretariado Diocesano da Pastoral Escolar (SDPE), teve como objetivo o “encontro entre todos para tomar o pulso em início de ano escolar”.

Atualmente ainda existem “29 escola algarvias sem docente de EMRC, algumas delas com horários reduzidos”, revela o site da diocese do Algarve.

Em mensagem dirigida aos docentes o assistente do SDPE, cónego Carlos César Chantre, apelou ao “espírito criativo dos professores de EMRC para que o Ano Missionário seja um acontecimento vivido e esclarecido” nas escolas algarvias.

Para além do plano anual de atividades do SDPE e do SNEC, o encontro serviu para agradecer o trabalho da professora Edite Azinheira, que foi diretora daquele organismo da Diocese do Algarve durante 18 anos.

A nova diretora, que agora assume funções é a docente Patrícia Mendonça que tem pela frente o desafio de fazer crescer a disciplina e consolidar o trabalho desenvolvido.

No último ano escolar de 2017/2018, e de acordo com o site da diocese do Algarve, dos 52.317 alunos algarvios do 1º ao 12º ano de escolaridade, 6.510 inscreveram-se na disciplina de EMRC, mas destes só 5.674 é que a frequentaram. Os restantes 836 não a puderam frequentar por falta de professor, não tendo havido aulas por essa razão em sete escolas algarvias.

Educris|03.10.2018

Imagem: @Samuel Mendonça



AJUDA de Navegação


© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |