EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Educação: Bispo desafia docentes a serem «presença atenta» na comunidade

D. Manuel Linda apelou no Porto a um compromisso dos docentes de EMRC com a escola para além do simples ato de ensinar

?Ser professor de EMRC é mais do que lecionar. Pede-se a vós uma presença atenta junto dos alunos, professores e assistentes operacionais e técnicos. O professor deve criar um clima de simpatia à sua volta e comportamento ético e deontológico, que deve também ser consentâneo com as propostas da Igreja?, desafiou o bispo no Porto na reunião de início de ano promovida pelo Departamento do Ensino da Igreja nas Escolas (SDEIE) da diocese.

No primeiro contacto com a realidade dos docentes de EMRC na diocese, após a sua tomada de posse, o prelado deixou a certeza de estar atento em relação ?às dificuldades que sentis nas escolas com horários difíceis e aos atuais problemas de indisciplina nas escolas? e lembrou ?se o professor de EMRC falha, é a Igreja que falha?.

António Madureira, docente de EMRC e coordenador do SDEIE deu as boas vindas aos mais de duas centenas de docentes presentes e apresentou cumprimentos ao novo bispo da cidade reiterando a disponibilidade dos professores portuenses em servirem a Igreja na escola.

?Hoje temos esta oportunidade de lhe reafirmar a nossa disponibilidade inteira, para servir a Igreja diocesana, no âmbito da vida escolar, sempre em comunhão com o bispo, que nos reconhece e envia. Pode contar connosco?, afirmou.

Novidades na EMRC - Porto

Durante a manhã o SDEIE apresentou o plano diocesano de atividades diocesano e nacional para a disciplina onde a novidade da existência de um encontro diocesano para alunos de EMRC do Ensino Secundário vem colmatar uma lacuna sentida na diocese:

?Quisemos dar uma resposta ao acréscimo de número de alunos no Ensino Secundário devido à entrada da EMRC nos cursos profissionais e à diminuição da carga letiva nos cursos científico-humanísticos, que levou à perda de horas e, consequentemente, menos recursos humanos?, explicou António Madureira.

PensARTE e educARTE: a aprendizagem pela arte

O professor Marco Costa que atualmente leciona no Agrupamento de Escolas Coelho e Castro, em Santa Maria da Feira, apresentou aos colegas a proposta de uma educação ?que pretende ver para lá do óbvio, numa autêntica hermenêutica de sentido, de modo a promover uma compreensão que vai mais além dos limites imanentes, próprios do mistério e das interrogações do ser humano?.

Para o docente a arte ?permite ao ser humano uma (re)interpretação da sua existência, uma vez que é através dela que sublima as suas perceções, emoções e reações? e provoca nos alunos o desenvolvimento de ?uma atitude atenta de perceção de mundos novos e inauditos?.

Novos Projetos Pedagógicos

Na reunião dos docentes de EMRC do Porto foram, ainda, apresentados dois projetos pedagógicos relacionados com a ecologia para ir ao encontro do pedido da diocese que pretende ?fomentar nos mais jovens o cuidado da casa comum?.

O «Pai Natal Verde» e «O Planeta Limpo de Filipe Pinto + Energia» são as duas iniciativas que vão chegar, através dos docentes de EMRC, às escolas da diocese para os alunos do 1º e 2º ciclos.

Educris|01.10.2018



AJUDA de Navegação


© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |