EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Igreja/vocações: D. Manuel Felício quer seminários a formar padres "para o bem das pessoas"

Seminário Interdiocesano de São José, em Braga, iniciou, oficialmente o seu ano pastoral

Em Braga vive-se um "laboratório de comunhão" na Igreja Portuguesa que junta, no mesmo seminário, seminaristas das dioceses de Bragança-Miranda, Guarda, Lamego, e Viseu. No total 18 jovens candidatos aos sacerdócio iniciaram, na memória dos mártires S. Cosme e S. Damião, a Abertura Solene do novo ano letivo da instituição.

Na Eucaristia de encerramento do dia, aludindo à Ratio Fundamentalis onde se alicerca o Projeto Formativo, D. Manuel Felício incentivou os seminaristas a prepararem-se «para o envio procurando o bem das pessoas. Neste percurso a palavra de Deus é uma alavanca para a nossa vida», salientou.

Para o bispo da Guarda, a formação para a interioridade deve ser feita através da oração silenciosa e «a teologia não pode ser só estudar para a pauta», alertou citado pelo Secretariado das Comunicações Sociais da Diocese de Bragança-Miranda.

O dia iniciou-se com "uma reunião de trabalho matinal presidida pelos bispos das 4 dioceses, na qual a equipa formadora apresentou o programa do presente ano e os novos membros da comunidade":

"O acompanhamento não é só da equipa formadora mas também dos bispos diocesanos aos quais os seminaristas se dão a conhecer e mostram conhecer-se a si próprios», salientou o padre António Magalhães, reitor do Seminário.

O almoço convívio, contou com a presença do Arcebispo Primaz de Braga, D. Jorge Ortiga, como "sinal de comunhão entre as várias igrejas particulares".

Frequentam atualmente este "laboratório de comunhão", tal como referem os prelados das dioceses envolvidas, 18 jovens: 7 de Bragança-Miranda, 2 da Guarda, 4 de Lamego e 5 de Viseu.

Educris|28.09.2018



AJUDA de Navegação


© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |