Iraque: Fundação Católica cria bolsas universitárias para jovens cristãos (C\vídeo)

«Ajuda à Igreja que Sofre» vai assinalar visita do Papa Francisco ao território com programa educativo especial

A Fundação pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) anunciou hoje a criação de um fundo de 1,5 milhões de euros destinados à Universidade Católica de Erbil, a capital da região autónoma do Curdistão Iraquiano, onde se concentra a maior parte da comunidade cristã daquele país.

“Este ambicioso programa de apoio aos jovens estudantes cristãos vai atribuir 150 bolsas de estudo procurando ajudar a promover a coesão social entre as várias religiões e proporcionar aos jovens estudantes cristãos a possibilidade de terem mais perspetivas de emprego no futuro”, informa a organização em comunicado enviado hoje ao EDUCRIS.

Em vésperas da visita inédita do Papa Francisco ao Iraque  D. Bashar Warda, Arcebispo Caldeu de Erbil e fundador da universidade, considera que a ajuda será positiva “para as minorias da região”.

“Esta ajuda não só beneficiará jovens que esperam um futuro melhor, mas, ao mesmo tempo, será um poderoso sinal de solidariedade para com os cristãos e todas as outras minorias da região”.

De acordo com a AIS a maioria dos estudantes da Universidade Católica de Erbil são refugiados ou deslocados internos provenientes de várias zonas do Iraque e pertencem não só à comunidade cristã, mas também aos yazidis e muçulmanos.

“Sem dúvida, a Universidade Católica de Erbil [CUE] é um farol de luz e um símbolo de esperança, especialmente para as gerações mais novas”, reforça D. Bashar Warda.

O êxodo os cristãos do médio oriente é uma das grandes preocupações da fundação católica que tem desenvolvido projetos de “reconstrução de casas e igrejas” bem como “das infraestruturas das aldeias e vilas cristãs” que foram sendo destruídas ao longo dos anos de conflito.

“Os cristãos não pensariam em abandonar o seu país se não se sentissem obrigados a fazê-lo por motivos de força maior. Se os jovens cristãos puderem ter a oportunidade de obter uma boa educação, então eles permanecerão”, acrescenta Heine-Geldern, Presidente internacional da AIS.

Educris|03.03.2021

Imagem: Ajuda à Igreja que Sofre






AJUDA de Navegação


© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |