Covid-19: Bispos Portugueses suspendem «Batismos, Crismas e Matrimónios»

Catequese pode manter-se ou adaptar-se ao digital

O Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa emitiu hoje um comunicado, horas após a declaração do primeiro ministro e que dá conta de um novo confinamento para o país em virtude do agravamento da situação pandémica.

No comunicado os bispos portugueses dizem-se “conscientes da gravíssima situação de pandemia que vivemos neste momento” e sustentam que o atual momento “exige de todos nós acrescida responsabilidade e solidariedade no seu combate” de modo a que seja possível “superar a crise com todo o empenho”.

Fazendo referência às “orientações da Conferência Episcopal Portuguesa de 8 de maio de 2020, emanadas em coordenação com a Direção Geral da Saúde”, a nota dá conta da intenção da Igreja em continuar “com as celebrações litúrgicas, nomeadamente a Eucaristia e as Exéquias” e determina que outras celebrações como “Batismos, Crismas e Matrimónios” sejam “suspensas ou adiadas para momento mais oportuno, quando a situação sanitária o permitir”.

Para a catequese paroquial os bispos consideram que a mesma pode continuar “em regime presencial”, sempre que se consiga observar as exigências sanitárias” ou prosseguir pela “via digital”.

Educris|14.01.2021



AJUDA de Navegação


© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |