EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Braga: docentes desafiados a “propor, fazer nascer e ser criativos”

Eduardo Duque, padre e Sociólogo desafiou os professores a serem espaço “de paragem e de reconciliação para os alunos do secundário.

No final da manhã deste sábado, e perante cerca de duas centenas de docentes de EMRC, o professor da Universidade Católica Portuguesa (UCP), núcleo de Braga, trouxe aos docentes de EMRC o tema «O “jovem” perante o facto religioso».

Fazendo uma análise a partir da atualidade “de modo a tomarmos consciência de quem é este jovem que se apresenta à nossa frente no ensino secundário”, o sociólogo caracterizou o presente como “um tempo rápido, desfragmentado, sem passado e com pouco futuro”:

“Hoje o presente não tem uma ligação à memória, ao passado: Vivemos um mundo de incerteza com claras influências nas novas gerações. Que futuro vislumbram as novas gerações?”, questionou.

“O aluno que eu tenho à frente nada tem a ver com a conceção de aluno que eu fui e experienciei na minha humanidade. Se eu, como professor, não tiver consciência disto não sei como funcionar com aquele humano que se coloca defronte de mim. O mundo é profundamente outro”, sustentou.

Propor, fazer nascer e ser criativos

Num mundo fragmentado num politeísmo de valores Eduardo Duque considerou fundamental começar por percecionar “que os alunos que temos diante de nós, multitasking, conciliam toda esta fragmentação e politeísmo de valores e consideram tudo como bem e belo”:

“Neste presente duplamente pós moderno aparecem novos movimentos religiosos, distintos grupos de pertença formal e uma religião subjetiva, fragmentada e individualizada”.

Assim o desafio passa por “pôr-se a caminho” da individualidade de cada um numa sociedade em grande alteração:

“O programa é importante. Amanhã é importante ter alunos…mas é fundamental ganhar tempo sem correr. Curar os alunos indo ao fundo das coisas sem tentar apenas uns analgésicos que nada resolvem”, apontou.

No final da sua intervenção Eduardo Duque desafiou os docentes a propor, fazer nascer e a serem criativos” na sua ação pedagógica.

Educris|03.03.2018




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |