EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Educação: «Segurança na internet« com projeto europeu

Agrupamento de Escolas Vieira de Araújo, em Vieira do Minho, participa no projeto Eramus + que envolve escolas europeias na educação dos mais novos no uso responsável e nos perigos da internet.

"A ideia surgiu a partir de um outro projeto que já temos, o projeto Sound. Pareceu-nos que as novas gerações, sempre tão expostas à internet e às redes sociais necessitam desenvolver competências que as permitam navegar em segurança", afirma o professor Paulo Barbosa ao Educris.

O projeto envolve uma escola de Itália, uma da Macedónia e uma da Croácia, para além da portuguesa:

"Esta é uma oportunidade de juntar esforços e perceber como a segurança na internet tem de estar mais dentro do curriculo dos alunos e uma tomada de consciência de que é um problema global", lembra o docente de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC).

Recentemente a Pontifícia Universidade Gregoriana realizou o congresso «Child Dignity in the Digital Word» [A Dignidade das crianças num Mundo digital] que refletiu sobre os problema e as dificuldades das novas gerações no mundo digital.

Paulo Barbosa considera que o projeto "é uma oportunidade para se debater esta realidade em contexto escolar entre escolas europeias" e espera "testar um programa piloto neste domínio" alertando para "os perigos da internet".

"Acredito que como docente de EMRC existam outros colegas que em todo o país alertem os alunos para os riscos da internet: cyberbullying, violação de privacidade, sexting, mau uso das redes sociais, entre outros".

O Centre for Child Protection sustentou, num comunicado recente, que existem cerca de 800 milhões de crianças e jovens que "correm o risco de serem molestadas, vítimas de cyberbullying, e da extorsão de cariz sexual"

O projeto português será desenvolvido durante dois anos letivos.

Educris|08.12.2017




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |