EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Formação: educar contra a indiferença significa focar o essencial

O jornalista Micael Pereira abordou a questão da indiferença e desafiou os professores a deixarem a tentação do “endoutrinamento” e a abraçarem “a proposta do Papa Francisco de ser com os outros” ajudando, através “dos valores cristãos”, a “combater a indiferença”.

 

Na sua partilha Micael Pereira abordou a sua experiência “nem sempre pacifica com a Igreja” pois “incomodava-me profundamente a história pesada da instituição” e as “muitas relações e tentações de poder que gravitam na Igreja”.

O jornalista relatou o aparecimento do jornalismo na sua vida afirmando que “o meu propósito é o de combater a indiferença que grassa na sociedade onde vivemos”.

Olhando para a realidade da educação e estabelecendo um paralelismo com o jornalismo Micael Pereira questionou o porquê de “gastarmos hoje, uns e outros, tantas energias no que fazemos e termos tão poucos resultados?”.

O conferencista afirmou que, na sua opinião, o problema pode estar no foco:

“No jornalismo podemos correr o risco de dar demasiado tempo a noticias sem interesse e pouco tempo ao essencial. Na educação, e na educação cristã, podemos correr o mesmo risco”, reforçou.

Micael Pereira afirmou que “a Igreja traz consigo uma história terrível, por um lado, e maravilhosa quando pensamos na transmissão dos valores humanos à sociedade”.

Como pai, “preocupado com a educação dos mais novos”, o jornalista disse estar pouco otimista “perante os sinais sérios de desabamento que a nossa vida em comunidade enfrenta:

“Hoje, e eu não sou pessimista, vemos o que está a acontecer no mundo ocidental e o modo como os nossos governantes se estão a preparar para a guerra”.

Na sua análise “a indiferença que criámos pelo outro, acompanhada da desigualdade” estão na base deste desmoronamento.

 

Na parte final da sua intervenção Micael Pereira afirmou que no meio onde se movimenta a “presença e a postura do Papa Francisco” tornou-se “motivo de conversa e de esperança”:

“Parece-me que o Papa está a indicar o caminho: menos endoutrinação e mais testemunho” de modo a formarmos novas gerações “solidárias e capazes de não serem indiferentes”.

Ouça toda a intervenção de Micael Pereira que aconteceu na formação «Dignidade da vida humana: Um percurso em contrução numa Escola com lu (cide)z» que reúne no Porto mais de 300 professores até ao próximo domingo.



Recursos:
Áudio: Educar contra a indiferença: desafio (s) ao SER escola:
Áudio: Educar contra a indiferença: desafio (s) ao SER escola

Ouça e leve consigo a conferência de Micael Pereira, jornalista do Expresso, subordinada ao tema «Educar contra a indiferença: desafio (s) ao SER escola», proferida na formação de docentes de EMRC, Porto - 2017




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |