EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Formação: médica convida a diálogo entre educadores e médicos

Berta Catalão, médica, trouxe aos docentes a temática do aborto partindo da sua experiência como mãe e como médica que “acolhe o antes e o depois da prática abortiva”.

A médica de Braga trouxe aos docentes a ideia de que é urgente que “médicos, professores e demais atores das questões em análise se ouçam mutuamente e reflitam sobre as questões ao aborto em conjunto” de modo a “capacitar as novas gerações para o respeito e dignidade do corpo”.

Para Berta Catalão o desafio dos professores, e dos professores de EMRC em particular, é o de “provocar a duvida dos alunos de modo a que possam surgir questões e se abra a capacidade de argumentar e pensar sobre a temática” muito antes de “serem, eventualmente, colocados perante a situação de limite”:

“Penso que como docentes não devei, à partida, impor simplesmente os conteúdos de acordo com a meta a que vos propondes, mas levar ao questionamento dos mais novos”.

Berta Catalão apresentou, em seguida, as diversas perguntas que lhe vão sendo colocadas por mulheres que refletem sobre o sim ou o não de interromper a gravidez.

A este propósito convidou os docentes a “conhecerem e aplicarem o Protege o Teu coração que vai ao encontro do programa da disciplina e podem ajudar a criar sinergias importantes nesta matéria”.




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |