EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Porto: Regresso às aulas marcado pela Missão 2010

Fazer da escola um espaço de crescimento, em termos humanos e de serviço - é este o principal desafio que marca o regresso ao trabalho para professores e alunos de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) da diocese do Porto.

Com o lançamento da Missão 2010, a diocese empreendeu uma dinâmica que pretende envolver toda a comunidade na missão da Nova Evangelização. Cada mês tem uma palavra-chave que dá o mote para as actividades mais importantes a desenvolver.

Setembro tem como palavra-chave "Entra", e vai ser especialmente dedicado à missão nas escolas, por ser um mês marcado pelo regresso às aulas e pelo acolhimento que é preciso proporcionar para professores e alunos.

D. Manuel Clemente traçou recentemente as bases desta "missão educativa" num encontro de formação para docentes de EMRC, na Casa Diocesana do Vilar.

A iniciativa teve como pano de fundo o estudo da Carta Pastoral da Conferência Episcopal Portuguesa "A escola em Portugal - Educação Integral da Pessoa Humana", com o subtema "novos desafios, diferentes perspectivas".

Perante cerca de 400 professores, o bispo do Porto lembrou que "cada aluno parte do que recebeu duma herança cultural e colectiva, que deve conhecer no essencial dos diversos campos em que se manifesta".

No entanto, acrescentou o prelado, só será possível avaliar verdadeiramente o desenvolvimento dos alunos a partir do seu crescimento "em humanidade e em serviço, na sua base e nas suas metas".

Por isso, concluiu D. Manuel Clemente, "as aulas de EMRC, pondo os alunos em contacto com a tradição viva do cristianismo, tão humanamente integrador como socialmente mobilizador, constituem excelente oportunidade para realizar esse objectivo".

O encontro de formação foi promovido pelo Secretariado Diocesano do Ensino da Igreja na Escola (SDEIE), pretendendo sensibilizar os professores para a importância de um bom acolhimento aos alunos. Contou também com a presença de docentes e directores de diversas escolas católicas e alguns directores de escolas estatais.

"Entra, tens aqui um lugar" foi a frase escolhida para debater o alcance a as consequências de uma verdadeira hospitalidade, em contexto escolar.

Segundo o director do SDEIE, António Madureira, a frase significa "um compromisso para ajudar a fazer da Escola não um terreno de hostilidade, minado pelo espírito de competitividade, mas um espaço de hospitalidade, animado por um espírito de acolhimento e permuta de saberes e sabores da vida".

Aquele responsável pediu aos professores presentes para que ofereçam aos alunos "um espaço de fronteiras seguras, onde cada um deles consiga baixar as suas barreiras defensivas e inclinar-se sobre a sua própria experiência de vida, descobrindo um projecto que valha a pena viver".

Outro dos oradores presentes, o antigo ministro da Educação, Eduardo Marçal Grilo, destacou a importância da família, como veículo fundamental de educação, apelando a uma maior participação dos pais na definição dos projectos educativos e pedagógicos das escolas.

Os desafios que a "era digital" levanta à educação não foram esquecidos. António Andrade, professor da Universidade Católica, apontou o facto de muitos professores, "formados na era pré-digital, usam uma linguagem e uma abordagem educativa que pressupõe que os jovens se devem desligar do mundo, antes de entrarem na sala de aula".

Numa sociedade em que "os avanços tecnológicos são vertiginosos", aquele docente sublinha que cabe aos professores "estarem actualizados no potencial pedagógico das tecnologias e da sua exploração em sala de aula, sem colocar em causa a seriedade das aprendizagens".

Para dinamizar a Missão 2010 neste mês de Setembro, o SDEIE distribuiu aos professores faixas de 2m x 1 m, para marcarem o início do ano lectivo e 75 mil pulseiras, para oferecerem aos alunos, com a mensagem "EMRC! Eu quero".

Webmaster|2010-09-06|22:42:08|AE




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |