EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Seia: Alunos em gesto solidário

No dia doze do mês de Janeiro de dois mil e quinze, um grupo de noventa alunos do décimo, décimo primeiro e décimo segundo ano, matriculados na disciplina de E.M.R.C. (Educação Moral e Religiosa Católica) da Escola Secundária de Seia, dando cumprimento ao plano de actividades para 2014/2015, deslocou-se ao Centro de Apoio aos Deficientes Profundos João Paulo II - Fátima.

Em relação à visita a esta instituição de solidariedade social, cumprimos os objectivos previamente estabelecidos de acordo com os conteúdos programáticos de E.M.R.C., nomeadamente:

  • Sensibilizar os alunos para os problemas sociais e humanos, de modo a empenharem-se cada vez mais na construção de uma sociedade mais justa e solidária;
  • Apelar/ Valorizar a solidariedade das pessoas e das instituições;
  • Identificar / experimentar vendo, situações em que a qualidade da vida humana é precária: estados de deficiência física e mental, imobilização total ou parcial, plena dependência;
  • Reflectir / interiorizar sobre as respostas que a ciência, a técnica e as IPSS dão em ordem a uma melhor qualidade de vida;
  • Entregar os donativos resultantes da Campanha de Solidariedade 2014/15. Referir ainda que esta actividade revelou o profundo espírito solidário das famílias e das paróquias, o forte empenho e generosidade da Comunidade Escolar e concretizou plenamente os objectivos previamente estabelecidos:

                        Desenvolver e fomentar o valor da solidariedade.

                        Dar um rosto à solidariedade.

                        Sensibilizar para situações de verdadeira carência.

Perceber - Vivendo a mensagem Bíblica “ Se alguém afirmar que ama a Deus e não ama o próximo, (aqueles que vivem consigo, a seu lado, filhos do mesmo Deus, portadores da mesma natureza e dignidade, companheiros da mesma história, rumo ao mesmo destino) é mentiroso.”

O Centro João Paulo II, criado em Fátima pela União das Misericórdias Portuguesas em Maio de 1989, é um lar especializado, de âmbito nacional, com capacidade para 192 deficientes profundos em regime de residência. Tem como objectivo apoiar crianças, jovens e adultos deficientes mentais e motores, graves e profundos, com idades compreendidas entre os 2 e os 45 anos de idade, sem retaguarda familiar ou qualquer apoio institucional.

Construído e mantido sob os auspícios e bênção do Papa João Paulo II e com as comparticipações do governo, do santuário de Fátima, das Misericórdias e de donativos particulares e tendo neste momento uma lista de espera de mais de 600 doentes, o Centro realiza um verdadeiro milagre quotidiano do amor de Portugal para com os filhos mais dilectos e respeitáveis: o deficiente profundo.

Após o almoço livre ainda foi possível visita o Museu de Cera de Fátima que retrata, nas suas 31 cenas, toda a história de Fátima, com 112 figuras de cera .

Durante toda a viagem, fomentou-se o são convívio e a autêntica amizade entre todos os participantes, já que são valores importantes a promover entre todos os alunos que optam pela disciplina de E.M.R.C. O balanço é francamente positivo e a utilidade destas actividades pode revelar-se a curto prazo, já que muitos destes jovens estão ainda mais sensíveis aos estados de carência de tantos seres humanos e por isso começam já a projectar para as férias um serviço de voluntariado neste género de instituições. Eles perceberam e querem que os outros também percebam que a medida do amor é amar sem medida, todos em geral e o deficiente em particular.

Foi um dia brilhante nas nossas vidas. Queira Deus a todos tenha deixado boas recordações que nos acompanhem para o futuro como a nossa solidariedade nos acompanhará até à eternidade. Quem dá aos pobres e aos limitados empresta a Deus e Deus não deixa ninguém sem recompensa. Obrigado por serdes quem sois e por nos tornardes membros das vossas convicções e vivências. Ficamos muito agradecidos pelo dia que se viveu e por serdes solidários com os amigos especiais que estão limitados no nosso mundo, mas nos oferecem um mundo novo de emoções.

 

Um muito obrigado e que todos sejais como todos nos sentimos: FELIZES!!

 

Professor António Ferreira




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |