EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

CSML visita museu

Iniciativa do grupo de EMRC do Colégio de Santa Maria de Lamas (CSML) marca estudo da Unidade Letiva "arte Cristã" do ensino secundário.

 

"A propósito da temática ‘Arte Cristã’, a nossa turma, o 11ºA4, realizou uma visita ao Museu de Santa Maria de Lamas, no passado dia 5 de dezembro. Localizado na vila de Santa Maria de Lamas e popularmente denominado por Museu da Cortiça, o Museu de Santa Maria de Lamas (MSML) foi fundado na década de 50, por Henrique Alves de Amorim. Este dedicou grande parte da sua vida ao desenvolvimento de Santa Maria de Lamas, obra pela qual lhe foi atribuída a Comenda de Oficial da Ordem de Instrução Pública em 1952. Como amante da Arte que era, Henrique Amorim dedicou-se à recolha de um imenso espólio, esforço esse que culminou na fundação do MSML.

A visita de estudo feita ao museu começou por um momento especial: conhecemos o Sr. Manuel Fontes, um homem que dedica a sua vida a trabalhar a cortiça, a recuperar obras e a fazer novas criações. O Sr. Manuel Fontes tem trabalhos por todo o mundo, repletos de uma beleza extraordinária e muito pormenorizada. De seguida, passamos por diferentes salas do museu:
A sala nobre, onde pudemos ver a sua luxuosidade, as cerâmicas, bem como os 31 quadros do Sr. Henrique Amorim. A sala dos oratórios, onde nos foi contada um pouco da história por detrás das pinturas no teto e onde pudemos observar várias representações de S. Sebastião, dos 4 evangelistas (Marcos, Mateus, João e Lucas), de Jesus Cristo pregado na cruz e dos mártires Giestas e S. Dimas.
A sala dos escultores, onde vimos várias esculturas e obras em cortiça (castelo da Feira, uma nau, por ex.), bem como máquinas utilizadas para fabricar rolhas de cortiça.
A sala da ciência, onde pudemos observar fósseis de corais, marfim de elefante, ovos de avestruz, uma tartaruga fossilizada, entre outros.
E, por fim, a sala do presépio e uma outra sala onde pudemos observar o recheio de uma capela que o Sr. Henrique Amorim terá comprado e trazido para o museu acrescentando-lhe ainda mais valor. Ao ver essa capela, falámos da talha dourado, da sua história e o quão caro e sinal de riqueza esta demonstrava!
Durante a nossa passagem pelo museu, não só pudemos contemplar tudo isto, como também nos foram dadas valiosas informações e conhecimentos pela Dra. Silvina que nos guiou durante a visita. Para terminar, podemos afirmar que o museu é magnífico e que merece, sem dúvida, ser visitado."
Paulo e Pedro, 11ºA4




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |