EESTATÍSTICAS DIOCESES E ESCOLAS

UTILIZADOR:  
PASSWORD:    

Guarda: Dia do Catequista refletiu sobre a «arte do ensino»

Cerca de uma centena de agentes de catequese analisaram o «ser catequista» e os desafios à missão catequética

O Seminário da Guarda acolheu, no passado dia 4 de maio, o Dia Diocesano do Catequista. A iniciativa, da responsabilidade do Departamento diocesano da Catequese da Infância e Adolescência (DDCIA), pretendeu refletir sobre “a ação pastoral destes agentes”, como explicou ao Educris Cristina Brito do DDCIA local.

“Pensámos este encontro com várias questões que considerámos pertinentes e que desafiámos, ao longo do dia, os catequistas a refletir sobre tema como «o que é a Catequese?»; «A Catequese e Testemunho»; «A arte do ensino: "profissionalizar e não funcionalizar a catequese»”.

Para isso os catequistas contaram com a “ajuda” de três conferencistas do projeto «Divina Comédia - Cristianismo, Ética e Cultura», leigos que “vivendo no seu contexto de trabalho diário, deixaram um testemunho de fé autêntico e coerente”, apontou.

Mário Rosa, reforçou a necessidade de uma “formação sistemática que deverá ser adquirida pelo catequista e que deve procurar nas fontes da fé católica as bases que sustentam os seus ensinamentos”. O também filósofo salientou, ser “importante interpelar os catequizandos para as  questões da fé, em diferentes momentos” e que hoje a “catequese pode ser vista como uma gestação da fé, mas não sendo uma formação continua, deve despoletar a passagem para a vivência efetiva da fé”.

A psicóloga social Leonor Carneiro, apresentou “um testemunho de vida” e explicou que o “catequista é um instrumento de Deus que expressa a sua fé através de gestos simples, nos quais ecoa a entrega, a dedicação, a oração, o agradecimento”.

Isabel Mota, jornalista e socióloga, abordou a questão da «arte do ensino» para apelar a uma “catequese com ótimos profissionais”, pessoas que “devem saber planificar bem, para se conseguir promover o verdadeiro encontro”.

“A catequese envolve necessariamente a relação entre a fé, a racionalidade, o acolhimento, o encontro e amor a Deus”, considerou.

Educris|13.05.2019




© SNEC, Todos os Direitos reservados | Contactos |